Produção da Petrobras cresce 5% em janeiro ante a média do 4º tri

REUTERS/PilarOlivares
REUTERS/PilarOlivares

A companhia reduziu seu custo em 33% em 2020, devido à depreciação do real frente ao dólar, os desinvestimentos, o aumento da produção e os melhores custos

A produção de petróleo e gás da Petrobras em janeiro cresceu 5% ante a média do quarto trimestre, influenciada por uma redução no número de paradas programadas para manutenção, afirmou ontem (25) o diretor de Exploração e Produção, Carlos Alberto Oliveira.

Com isso, o total produzido atingiu média de 2,81 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d). A produção de petróleo ficou em 2,25 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) no primeiro mês do ano, ante 2,15 milhões de bpd no último trimestre de 2019.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Para 2021, nós mantemos a previsão de produzir em média 2,72 milhões de barris de óleo equivalente por dia e aí já descontamos impactos devido a desinvestimentos que aconteceram tanto no fim de 2020, quanto os que vão acontecer agora em 2021”, afirmou Oliveira.

Para a projeção, a companhia também já considera a concretização de acordo de coparticipação em Búzios, em setembro, com empresas chinesas, que permitirá que a empresa agregue novos volumes às suas reservas.

A companhia reduziu seu custo de extração em 33% em 2020, para US$ 5,2 por barril de óleo equivalente. Cerca de metade da queda é explicada pela depreciação do real frente ao dólar. Já a outra metade está associada a desinvestimentos, aumento da produção e melhores custos, com mais eficiência.

No caso do pré-sal, houve uma queda do custo de produção para US$ 2,5 por barril de óleo equivalente em 2020, ante US$ 3,5 no ano anterior. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).