10 maneiras de gastar os R$ 162 mi da Mega da Virada não resgatados por ganhador

Segundo a Caixa, o prazo máximo para resgate de prêmios em loterias é de 90 dias após a realização do sorteio

Cleber Souza
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

O (a) mais novo (a) milionário (a) tem até hoje (31) para reclamar sua fortuna

Acessibilidade


Em dezembro do ano passado, o concurso 2330 da Mega da Virada sorteou o maior prêmio da história das loterias da Caixa. Eram R$ 325,2 milhões para quem acertasse os seis números sorteados. Dois apostadores tiraram a sorte grande, o que significa que cada um deles tinha direito a pouco mais de R$ 162 milhões. Um deles, no entanto, de São Paulo, ainda não foi buscar seu prêmio.

O (a) mais novo (a) milionário (a) tem até hoje (31) para reclamar sua fortuna. Caso o resgate não ocorra até esta data, ele perderá o direito ao prêmio, que vai se tornar o maior a ser esquecido na história das loterias, segundo estimativa da Caixa. O outro vencedor, de Aracaju (SE), já está usufruindo de sua nova vida.

LEIA MAIS: Os 10 melhores gins nacionais segundo especialistas

As premiações de loterias federais, incluindo a Mega-Sena, superiores a R$ 1,9 mil devem ser retiradas nas agências da Caixa. Qualquer pessoa com o bilhete em mãos tem o direito de receber – a exceção fica por conta daqueles que têm o nome e o CPF do apostador anotados no verso. Nestes casos, só o dono pode receber o dinheiro.

O prazo máximo para resgate de prêmios é de 90 dias após a realização do sorteio. E, de acordo com a Caixa, caso o apostador não se apresente até o final do dia, os R$ 162 milhões serão repassados ao Fies (Fundo de Financiamento do Ensino Superior). 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mas você já imaginou o que seria possível fazer com essa bolada? Veja, na galeria a seguir, 10 maneiras de gastar os R$ 162 milhões não resgatados na Mega da Virada:

  • Divulgação

    250 Porsches Taycan

    Com lançamento simultâneo na Europa e no Brasil, o Porsche Taycan Cross Turismo será vendido por aqui com preço público sugerido a partir de R$ 649 mil, com previsão de entrega no segundo semestre de 2021. Com valor do prêmio, seria possível comprar 250 unidades do automóvel de luxo.

  • Divulgação

    30 Apartamentos em Jurerê Internacional

    Já pensou em ter um apartamento em Jurerê Internacional, a 20 quilômetros da capital catarinense, uma das praias mais desejadas do país? Com essa bolada, você pode comprar cerca de 30 unidades de um imóvel de alto padrão, com mais de 500 metros quadrados. E ainda sobra R$ 1,7 milhão de troco.

  • Divulgação

    1 Jato Preator 600

    Versão modificada do jato Legacy 500, para ter mais capacidade de combustível, o Preator 600 tem autonomia de voo de 7.215 quilômetros, contra 5.787 quilômetros de seu antecessor. Segundo a Embraer, o jato permite voos sem escala entre São Paulo e Cidade do Cabo (África do Sul), de Fortaleza (CE) a Madri (Espanha) ou entre Manaus (AM) e Nova York (EUA). Para ter um modelo dessa aeronave, é preciso desembolsar, pelo menos, US$ 22,5 milhões – ou R$ 152 milhões. Ou seja, com a bolada de R$ 162 milhões é possível adquirir um jato igual a esse para viajar pelo mundo e ainda ficar com R$ 10 milhões para gastar.

  • Divulgação

    2 Iates Azimut Grande 27 Metri

    Com imensas janelas de vidro exaltando o azul do mar e do céu, o iate Azimut Grande 27 Metri, mesmo à distância, chama a atenção. Em conceito assinado pelo designer italiano Stefano Righini, a embarcação de 350 metros quadrados é feita com fibra de carbono 100% pura, possui cinco suítes, ampla área de lazer com lounge, sala de jantar, área de bar, espaço gourmet e jacuzzi ao ar livre. Além de tudo, é uma produção completamente brasileira e, segundo o fabricante, é o maior e mais caro iate do mercado nacional: R$ 55 milhões. Isso significa que, com o prêmio, seria possível comprar duas unidades e ainda guardar R$ 52 milhões.

  • Getty Images

    1 Quadro “Cena de Rua em Montmartre”, de Van Gogh

    Uma das poucas telas de Van Gogh ainda em mãos privadas e pertencente ao período parisiense do pintor holandês foi vendida na última quinta-feira (25) por € 13 milhões (R$ 86,6 milhões). A comercialização de “Cena de Rua em Montmartre” foi realizada durante um leilão de obras impressionistas e modernistas em Paris, anunciou a casa Sotheby’s. Caso o ganhador da Mega Sena gostasse de arte – e tivesse retirado seu prêmio – ele poderia ter adquirido a obra de arte e ainda ficaria com outros R$ 76 milhões para gastar em um próximo leilão.

  • Divulgação

    171 Relógios Hublot Big Bang Tourbillon Automatic Orange Sapphire

    Não é segredo que a marca de relógios suíços Hublot adora inovar. Seu slogan, The Art of Fusion, é justamente sobre fundir diferentes elementos em design, materiais e até movimentos. O modelo Big Bang Tourbillon Automatic Orange Sapphire é um bom exemplo disso. Lançado em janeiro deste ano, com um recurso técnico e estético jamais visto e combinado a um movimento turbilhão totalmente novo, não apenas equipado com corda automática, não sai por menos de US$ 169 mil – o equivalente a R$ 942 mil. O prêmio não retirado da Mega Sena seria suficiente para comprar 171 unidades.

  • Divulgação

    1.723 Garrafas do vinho Domaine de la Romanee-Conti Romanée Conti Grand Cru 1945

    Em fevereiro deste ano, a Forbes publicou uma lista com os 20 vinhos mais caros do mundo. Os valores variam entre £ 2 mil e £ 14 mil, ou R$ 13 mil e R$ 94 mil, respectivamente. O vencedor da Mega da Virada teria cacife para rechear sua adega com 1.723 garrafas do vinho mais caro da lista, o Domaine de la Romanee-Conti Romanée Conti Grand Cru 1945. Caso não queira ficar com o troco, o sortudo ainda poderia comprar outras 49 unidades do mais barato, o Coche-Dory Corton-Charlemagne Grand Cru.

  • Divulgação

    12 Canetas Montblanc High Artistry

    Todo começo de ano, os milionários apaixonados por canetas esperam ansiosamente a nova coleção da Montblanc High Artistry. Em 2021, a linha homenageia a Grande Muralha da China e assume uma tarefa monumental: imprimir milhares de anos de história na tela em branco de um instrumento de escrita Montblanc. A edição cuidadosa e o design magistral tornaram isso possível, resultando em cinco distintas canetas-tinteiro de edição limitada. Cada uma delas apresenta um testemunho de facetas importantes da cultura chinesa. A mais exclusiva da coleção, a Edição 1 Imperial, é uma peça única em todos os sentidos da palavra. Inspirada nas obras de arte tradicionais da dinastia Ming, seu display colorido a torna historicamente precisa. O barril e a tampa em ouro amarelo de 18 quilates fornecem o local para o dragão alegórico, que é esculturalmente animado em meio a um mar de safiras, rubis, turmalina e diamantes. Um diamante de corte brilhante de 4,69 quilates coroa a peça e uma caixa de música em miniatura reside dentro do cone da caneta. O valor unitário é de quase US$ 2 milhões (R$ 13,4 milhões), ou seja, o sortudo apostador poderia ter pelo menos 12 unidades dessa obra de arte.

  • Divulgação

    162 Viagens de volta ao mundo

    Viajar ainda é um desejo que está apenas nos planos da maioria das pessoas, mas nada nos impede de sonhar. E, com tanto dinheiro, é possível conhecer o mundo todo. O cruzeiro Oceania Cruises, que partirá de São Francisco, nos Estados Unidos, em 15 de janeiro de 2023 com 684 passageiros a bordo, dará a volta ao mundo em 180 dias passando por 33 países, 96 portos de escala e 60 sítios do patrimônio mundial da Unesco. O passeio custa nada menos do que R$ 1 milhão, o que significa que o felizardo paulistano poderia repeti-lo 162 vezes.

  • Divulgação

    162.188 Cestas básicas

    Segundo levantamento do Procon-SP com base na pesquisa mensal do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o valor da cesta básica do paulistano, atualmente, é de R$ 1.014,63. Se o vencedor do concurso 2330 tiver uma inclinação para a filantropia, ele poderia adquirir 162.240 cestas básicas e doá-las para a população vulnerável, que enfrenta dificuldades durante o período da pandemia.

Divulgação

250 Porsches Taycan

Com lançamento simultâneo na Europa e no Brasil, o Porsche Taycan Cross Turismo será vendido por aqui com preço público sugerido a partir de R$ 649 mil, com previsão de entrega no segundo semestre de 2021. Com valor do prêmio, seria possível comprar 250 unidades do automóvel de luxo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: