Braskem reverte prejuízo e lucra R$ 878 mi no 4º tri beneficiada por câmbio e spreads melhores

A Braskem reportou lucro líquido de R$ 878 milhões para o quarto trimestre de 2020, ao reverter prejuízo de R$ 2,9 bilhões um ano antes, favorecido pela taxa de câmbio, além de melhores spreads e vendas maiores no Brasil.

O resultado operacional recorrente somou R$ 4,5 bilhões, e disparou em relação aos R$ 993 milhões em 2019, beneficiado pela depreciação do real frente ao dólar, além de melhores spreads de resinas e principais químicos no Brasil, Polipropileno (PP) nos Estados Unidos e Polietileno (PE) no México, além do aumento no volume de vendas de resinas e químicos no mercado brasileiro.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A receita líquida de vendas somou R$ 18,7 bilhões, alta de 48%, com o custo do produto vendido subindo 25%, a R$ 13,8 bilhões, de acordo com os dados disponíveis na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na madrugada de hoje (11).

A petroquímica registrou geração livre de caixa de R$ 2 bilhões nos últimos três meses do ano passado, um salto de 172% na comparação com o mesmo período de 2019. Nesse contexto, a companhia encerrou o quarto trimestre com endividamento medido pela dívida líquida sobre o resultado operacional recorrente em dólares de 2,94 vezes, ante 4,71 vezes no final do ano anterior.

Em 2020, porém, a Braskem registrou prejuízo líquido de R$ 7 bilhões, em razão, principalmente, das provisões referentes ao evento geológico de Alagoas no montante de R$ 6,9 bilhões. Além disso, a companhia citou impacto da variação cambial no resultado financeiro dada a depreciação do real frente ao dólar sobre a exposição líquida no montante de R$ 3,4 bilhões. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).