Congresso aprova Orçamento de 2021 e texto vai à sanção presidencial

O texto traz como parâmetro a meta de déficit primário de R$ 247,1 bilhões para os orçamentos fiscal e da seguridade social e estima crescimento do PIB de 3,2% para este ano

Redação
Compartilhe esta publicação:
AndressaAnholete/GettyImages
AndressaAnholete/GettyImages

O texto traz como parâmetro a meta de déficit primário de R$ 247,1 bilhões para os orçamentos fiscal e da seguridade social e estima crescimento do PIB de 3,2% para este ano

Acessibilidade


O Congresso Nacional aprovou ontem (25) a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, que traz um remanejamento de mais de R$ 25 bilhões, boa parte destinada a emendas parlamentares.

Os deputados aprovaram mais cedo, por 346 votos a 110, o texto principal, liberando a matéria para análise dos senadores. De acordo com a Agência Senado, foram 60 votos a favor e 12 contrários na Casa. O texto aprovado segue agora para sanção presidencial. Por conta da pandemia, o Congresso Nacional tem realizado sessões remotas e em etapas separadas para deputados e senadores.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O texto aprovado traz como parâmetro a meta de déficit primário já estabelecida na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, de R$ 247,1 bilhões para os orçamentos fiscal e da seguridade social. Também estima crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 3,2% para este ano. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: