Elétrica Rio Energy, da Denham Capital, pede registro para IPO

REUTERS/Kimberly White
REUTERS/Kimberly White

A Rio Energy teve receita líquida de R$ 366,9 milhões em 2020, enquanto a dívida líquida somou R$ 1,78 bilhão

A elétrica Rio Energy, controlada pelo grupo norte-americano de private equity Denham Capital, pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Bovespa.

A empresa, que opera usinas eólicas e tem uma projetos de energia solar, contratou Itaú BBA, Bank of America Merrill Lync, UBS-BB e Bradesco BBI para coordenar a operação, segundo prospecto preliminar divulgado hoje (4).

Acionistas controladores vão vender uma fatia do negócio na oferta. O documento não informa como a empresa planeja usar os recursos com a venda de ações novas.

A Rio Energy tem três parques eólicos operacionais que somam quase 485 megawatts em potência instalada, na Bahia e no Ceará.

Além disso, tem em construção dois empreendimentos eólicos na Bahia -que devem começar a gerar em abril de 2021 e julho de 2022- e um no Ceará prevista para iniciar também em 2022.

A companhia também conta com uma carteira de projetos em desenvolvimento no Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte com potencial para 1 gigawatt em capacidade em parques eólicos e quase 500 megawatts em usinas solares, segundo o prospecto.

A Rio Energy teve receita líquida de R$ 366,9 milhões em 2020, enquanto a dívida líquida somou R$ 1,78 bilhão.

A empresa diz no documento prospecto focará no crescimento orgânico, mas que buscará aquisições oportunísticas.

“Temos uma equipe interna de fusões e aquisições que mapeia e busca a aquisição de ativos potenciais no mercado de energias renováveis principalmente nas regiões brasileiras onde operamos atualmente”, diz trecho do documento.

O movimento vem em meio a um momento aquecido do mercado de capitais brasileiros, com grande volume de IPOs. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).