Elon Musk anuncia compra de carros da Tesla com bitcoins

Após a publicação no twitter, a cotação criptomoeda passou a subir, ultrapassando os US$ 56 mil no exterior .

Robert Hart
Compartilhe esta publicação:
GettyImages
GettyImages

Após a publicação no twitter, a cotação criptomoeda passou a subir, ultrapassando os US$ 56 mil no exterior

Acessibilidade


O bitcoin viu seu preço subir na manhã de hoje (24) após Elon Musk revelar que a criptomoeda pode ser usada na compra de veículos da Tesla. Antes, os preços da moeda digital tinham sido impactados pela revelação de que a montadora investiu US$ 1,5 bilhão no criptoativo. Essas movimentações por parte de Musk podem gerar um sinal de confiança no mercado e aproximar a criptomoeda do uso convencional.

Musk revelou a nova opção de compra no Twitter nesta manhã, publicando que: “Agora você pode comprar um Tesla com bitcoin.” A opção de pagamento só estará disponível nos EUA, disse Musk, com planos de expansão para outros países “ainda este ano”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Musk disse que os pagamentos recebidos com a criptomoeda “serão mantidos como Bitcoin”, sem conversão para moedas fiduciárias, aumentando a participação da empresa de US$ 1,5 bilhão na criptomoeda anunciada em fevereiro.

O preço do bitcoin, que caiu nos últimos dias, ultrapassou US$ 56 mil no exterior após o tuíte de Musk. No mercado doméstico, a cripto era cotada acima dos R$ 317 mil às 11h17, horário de Brasília, em alta de 3,44%.

O anúncio da aceitação do bitcoin pela Tesla mais uma vez coloca Musk no centro de um pico nos preços da criptomoeda. Os tuítes do bilionário são conhecidos por enviar o valor do bitcoin às alturas, com o preço da moeda digital subindo mais de 15% em 15 minutos após ele adicionar a hashtag #bitcoin ao seu perfil no final de janeiro. A criptomoeda Dogecoin também disparou após um tuíte de Musk, provando que o empresário é especialmente popular entre os investidores do varejo.

A Tesla estimulou o interesse institucional no bitcoin quando anunciou o investimento significativo de US$ 1,5 bilhão, alimentando uma grande escalada nos preços. Muitas outras instituições, incluindo BNY Mellon e MasterCard, anunciaram planos para utilizar a criptomoeda.

“Acho que o bitcoin está realmente prestes a obter ampla aceitação pelas finanças tradicionais”, disse o CEO da Tesla, Elon Musk, no Clubhouse no início de 2020.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: