Ibovespa avança com exterior positivo e tramitação da PEC Emergencial

O dólar abre a semana em queda de 0,40% contra o real e negociado a R$ 5,58 na venda.

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta nos primeiros negócios desta segunda (1º), ganhando 1,29% aos 111.455 pontos, apoiando-se na recuperação das ações no exterior após estabilização nos rendimentos dos títulos públicos dos EUA na faixa 1,5%. A disparada na dívida pública norte-americana pesou sobre o mercado na última semana e, aliada às preocupações locais, derrubou o índice brasileiro em 7%.

No contexto doméstico, o mercado acompanha nesta semana a votação da PEC Emergencial, que abre caminho para retorno dos pagamentos do auxílio emergencial. O texto encontra resistência no Senado por incluir pontos como a desvinculação das receitas de saúde e educação. O governo negocia com os senadores mudanças nos temas divergentes. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou hoje que o auxílio será pago até junho deste ano em parcelas mensais de R$ 250.

“O governo age para evitar novas desidratações e, no limite, para que senadores não decidam votar apenas a parte que permite a implementação do benefício, sem as contrapartidas fiscais”, comentou a XP sobre o andamendo da PEC Emergencial.

Nos indicadores, o Boletim Focus desta manhã revela que o mercado segue dando sequência a expectativa de aumento na inflação para este ano, com as projeções para o IPCA em 2021 agora em 3,87%, contra 3,82% da semana anterior. A expectativa está acima do centro da meta oficial de 3,75% e na oitava semana seguida de alta.

O dólar abre a semana em queda de 0,40% contra o real e negociado a R$ 5,58 na venda, devolvendo parte das fortes perdas registradas no pregão anterior à medida que os rendimentos dos títulos se estabilizavam no exterior, elevando a procura por divisas mais arriscadas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A alta dos juros dos títulos públicos nos países centrais fez uma pausa nesta segunda, abrindo espaço para recuperação dos índices de ações e dos preços das commodities”, escreveram analistas da XP Investimentos em nota matinal.

Em Wall Street, os futuros dos índices acionários avançam nesta manhã. Além da estabilização nos Treasuries, o retorno do apetite por riscos encontra amparo na aprovação na Câmara dos EUA do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão, proposto pela Casa Branca. O projeto agora deverá ser apreciado no Senado, onde os democratas também têm maioria. Às 10h17, horário de Brasília, o Nasdaq futuro avançava 1,24% aos 13.071 pontos.

Na Ásia, as ações da China fecharam em alta hoje, recuperando-se de sua maior perda semanal em um ano, com os investidores retornando às compras mesmo após dados demonstrando desaceleração na atividade industrial chinesa.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) para o setor manufatureiro chinês caiu para 50,6 em fevereiro, de 51,3 em janeiro, mostraram no domingo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês).

A leitura, no entanto, permaneceu acima de 50 pontos, marca que separa crescimento de contração. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: