Ibovespa recua com votação da PEC Emergencial e PIB nos holofotes

O Ibovespa opera em leve queda na abertura dos negócios desta quarta (3), recuando 0,10% aos 111.429 pontos às 10h11, horário de Brasília, com a votação da PEC Emergencial e o desempenho do PIB brasileiro sob os holofotes na sessão.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a atividade econômica do Brasil em 2020 registrou contração de 4,1%, o ritmo mais fraco desde o início da série iniciada em 1996. O resultado negativo, o primeiro após três anos de ganhos, foi impactado pela pandemia do coronavírus. No quarto trimestre de 2020, a economia apresentou expansão de 3,2% sobre os três meses anteriores, desacelerando do ritmo recorde de crescimento de 7,7% no terceiro trimestre.

“Os números fechados de 2020 deixam evidente o desempenho do setor agro, ajudado pela sustentação dos preços e pelo dólar mais forte que contribuíram em 2020 para que o tombo do PIB não fosse maior”, avalia o economista e sócio da BRA, João Beck, acrescentando que o resultado acima das expectativas e a escalada da inflação reforçam a necessidade de altas na taxa Selic. A próxima reunião do Comitê de Política Monetária acontece entre os dias 17 e 18 deste mês.

O mercado acompanha também a votação hoje no Senado da PEC Emergencial, que abre espaço para o retorno dos pagamentos do auxílio emergencial. Ontem, o relator da proposta, senador Marcio Bittar (MDB-AC), apresentou uma versão mais enxuta do texto a fim de facilitar sua aprovação na Casa, retirando pontos polêmicos entre os parlamentares, como a desvinculação de recursos da saúde e educação.

O novo texto traz ainda mais clareza sobre a manutenção dos gatilhos fiscais a serem acionados quando a despesa obrigatória ultrapassar 95% da despesa primária total. A previsão de redução de benefícios tributários de maneira gradual e a cláusula de calamidade, com regime diferenciado para esse caso, estão mantidas na proposta.

No exterior, a pauta fiscal também impulsiona os índices futuros em Wall Street, com o S&P 500 ganhando 0,40% aos 3.883 pontos nesta manhã. O Senado norte-americano trabalha em ritmo acelerado para colocar em votação o projeto de estímulo à economia de US$ 1,9 trilhão, proposto pelo presidente Joe Biden. O texto precisa ser sancionado até 14 de março, data em que expira a renovação dos pagamentos do seguro desemprego no país.

O dólar registrava alta contra o real nos primeiros negócios da sessão, subindo 0,82% e negociado a R$ 5,70 na venda, após ter apresentado ganhos expressivos no pregão anterior. Hoje, os investidores digerem os dados PIB do Brasil e acompanham a votação da PEC Emergencial de olho no contexto de riscos fiscais e políticos domésticos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).