Lucro da Arezzo&Co cresce 77% no 4º tri de 2020

A Arezzo&Co Arezzo (ARZZ3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 83,2 milhões no quarto trimestre de 2020, evolução de 77,8% ano a ano. O resultado foi puxado por um crescimento de 39,8% na receita bruta do período, atingindo R$ 802,3 milhões.

O Ebitda ajustado (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 61,1% no quarto trimestre na comparação com o mesmo período de 2019, expansão de 280 bps de margem e totalizando R$ 122,2 milhões.

No acumulado do ano, o lucro líquido registrou queda de 38,1%, para R$ 87,3 milhões.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O fechamento das lojas físicas em função da pandemia foi compensado pelo crescimento do web commerce das marcas da Arezzo&Co em 2020, com faturamento de R$ 526 milhões, avanço de 145% na comparação com 2019. As vendas digitais cresceram três vezes em 2020

No último trimestre de 2020, a Arezzo abriu a Flagship da marca Vans, no Rio de Janeiro, além de três quiosques próprios da linha BriZZa e um estabelecimento da Alexandre Birman no CJ Shops, em São Paulo, fora os investimentos feitos para transformação digital. O montante de dinheiro despendido na aquisição de bens de capital (Capex) foi de R$ 15,4 milhões.

Em 23 de outubro, a Arezzo anunciou a compra do Grupo Reserva e criou um novo negócio que compilou 13 marcas. A fusão foi avaliada em R$ 715 milhões. Segundo a Arezzo, para 2021, a prioridade é o crescimento orgânico de suas marcas através de ganho de mercado, a integração do Grupo Reserva, o avanço da digitalização, a aquisição de novas marcas e a expansão no mercado norte-americano.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).