Preços ao produtor no Brasil sobem 5,22% em fevereiro, maior alta desde 2014

Desempenho do índice em fevereiro é o segundo recorde consecutivo, após registro de 3,55% em janeiro.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Índice mede a variação dos preços de produtos na “porta da fábrica”

Acessibilidade


O IPP (Índice de Preços ao Produtor) subiu 5,22% em fevereiro em relação ao mês anterior, maior alta da série histórica iniciada em 2014, informou hoje (30) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O desempenho do índice em fevereiro é o segundo recorde consecutivo, após a revisão de 3,36% para 3,55% da alta de janeiro. Com isso, o IPP acumula altas recordes de 8,95% no ano e de 28,58% nos últimos 12 meses.

VEJA TAMBÉM: IGP-M acelera alta a 2,94% em março com matérias-primas e combustíveis

Segundo o IBGE, o resultado de fevereiro reflete principalmente a elevação de preços das indústrias extrativas (27,91%), de refino de petróleo e produtos de álcool (12,12%), de outros produtos químicos (9,69%) e de metalurgia (8,35%).

O índice mede a variação dos preços de produtos na “porta da fábrica”, sem impostos e frete, de 24 atividades das indústrias extrativas e da transformação. Dessas, 23 apresentaram variações positivas. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: