Restrições pelo coronavírus pesam sobre o PIB da zona do euro no 4º tri

NuthawutSomsuk/GettyImages
NuthawutSomsuk/GettyImages

O PIB nos 19 países do bloco caiu 0,7% na comparação trimestral, o que representa uma queda anual de 4,9%

A economia da zona do euro contraiu mais do que o estimado anteriormente nos últimos três meses de 2020 em relação ao trimestre anterior, mostraram dados revisados hoje (9), uma vez que o consumo das famílias caiu devido aos lockdowns pelo coronavírus.

A agência de estatísticas da União Europeia disse que o Produto Interno Bruto (PIB) nos 19 países que usam o euro caiu 0,7% na comparação trimestral, mais do que a estimativa inicial de 0,6%. Isso representa uma queda anual de 4,9%, menos do que a estimativa anterior de 5,0%.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O principal peso veio do consumo das famílias, que subtraiu 1,6% do resultado trimestral final e 4,1% do número anual. O aumento dos estoques somou 0,6% no dado final trimestral, os gastos do governo acrescentaram 0,1%, e o investimento, 0,3%. Mas a balança comercial deu contribuição negativa de 0,1%.

Os lockdowns pela pandemia, que fecharam economias no bloco desde outubro, também afetaram os empregos, enquanto o crescimento do emprego desacelera a 0,3% na comparação trimestral, ante expansão de 1,0% nos três meses anteriores. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).