BMW quer que 25% de suas vendas na China sejam de veículos elétricos até 2025

picture alliance/GettyImages
picture alliance/GettyImages

A montadora alemã espera que metade de suas vendas globais sejam de modelos totalmente elétricos até 2030

A BMW pretende que um quarto de suas vendas na China seja de veículos exclusivamente elétricos até 2025, disse o presidente-executivo, Jochen Goller, hoje (19). Ano passado, apenas cerca de 4% das vendas da BMW no país foram de veículos com essa motorização.

Goller deu essa declaração no salão do automóvel de Xangai. Ele também afirmou que a BMW terá 12 modelos elétricos à venda na China até 2023. A montadora alemã espera que metade de suas vendas globais sejam de modelos totalmente elétricos até 2030.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O executivo acrescentou que a BMW pretende expandir produção na China, mas ainda não tomou a decisão final.

A parceria da BMW com a montadora chinesa Great Wall Motor, que está construindo uma fábrica na China, começará a fabricar dois modelos Mini elétricos para o mercado global a partir de 2023, disse Goller. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).