Ibovespa abre em leve queda com reta final do orçamento e exterior negativo

O Índice Bovespa opera em leve queda nos primeiros negócios desta segunda-feira (19), recuando 0,11% aos 120.985 pontos às 10h11, horário de Brasília, com os investidores domésticos acompanhando a reta final de negociações no impasse em torno do orçamento deste ano. Após semanas de tensão, o governo dá sinais de que deve chegar a um acordo com os parlamentares para veto parcial no texto.

Em análise matinal, o time Política da XP avalia que “as idas e vindas no assunto ao longo do último mês teriam deixado a relação entre o Congresso e o Ministério da Economia em situação mais delicada.” O presidente Jair Bolsonaro tem até a quinta-feira (22) para tomar uma decisão sobre o assunto.

“Devemos ter uma solução para o Orçamento essa semana”, disse em post no Twitter Rafaela Vitoria, economista-chefe do Banco Inter. “Além do esperado acordo, o controle da pandemia e reabertura da economia devem melhorar as perspectivas para o resultado fiscal”, acrescentou, mas ressaltou que essas previsões dizem respeito apenas ao curto prazo, uma vez que o país pode voltar a apresentar riscos às contas públicas este ano e em 2022.

Nos indicadores, a alta dos preços ao produtor desacelerou e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) passou a subir 1,17% na segunda prévia de abril, contra 2,98% no mesmo período do mês anterior, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou a 31,57%, de 31,15% antes.

O Boletim Focus desta manhã apontou nova expectativa de alta para o IPCA deste ano e para 2022 com 0,07 ponto percentual, chegando, respectivamente, a 4,92% e 3,60%. Para o Produto Interno Bruto (PIB), a estimativa de crescimento este ano caiu a 3,04%, de 3,08% na semana anterior. Por outro lado, a conta para 2022 subiu levemente a 2,34%, de 2,33%

No exterior, os índices futuros em Wall Street operam em queda nesta manhã, apontando para correção técnica na sessão após o Dow Jones e o S&P 500 registrarem máximas na semana anterior. Os investidores norte-americanos seguem acompanhando ainda a temporada de balanços corporativos do primeiro trimestre deste ano: hoje são conhecidos os resultados de Coca-Cola e IBM.

Também no radar de Wall Street segue a análise da vacina da Johnson & Johnson. O CDC (órgão norte-americano equivalente à Anvisa) deve dar um novo parecer sobre o uso do imunizante até sexta-feira. Especialistas sinalizam que a autoridade deverá incluir novas regras e limitar o uso da vacina a alguns grupos etários.

O dólar inicia a semana em leve queda contra o real, perdendo 0,16% e negociado a R$ 5,57 na venda, numa segunda-feira marcada pela fraqueza internacional da divisa norte-americana em meio ao arrefecimento dos rendimentos dos Treasuries e a esperanças de uma recuperação econômica global, embora as incertezas domésticas continuem no radar dos operadores. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).