Ibovespa sobe após anúncio de pacote de infraestrutura trilionário nos EUA

O Ibovespa abre o primeiro pregão de abril em alta de 0,38% aos 117.0678 pontos, acompanhando o viés de apetite por riscos no exterior às vésperas do feriado prolongado de Páscoa. No exterior, o mercado trabalha na expectativa da divulgação amanhã (2) do payroll, relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano. Aqui e em Nova York, as negociações no pregão à vista estão suspensas amanhã em função do feriado de Sexta-Feira Santa.

O tom altista do dia encontra suporte ainda no anúncio feito ontem pela Casa Branca de um novo pacote de estímulos à economia dos Estados Unidos. O pacote de infraestrutura e empregos é estimado em US$ 2,25 trilhões com investimentos previstos para oito anos e pagamento total em 15 anos. A administração Joe Biden planeja financiar parte dos investimentos através de elevação na alíquota dos impostos corporativos, de 21% para 28%. A medida, no entanto, deve encontrar resistência no Congresso norte-americano.

No Brasil, a discussão do Orçamento de 2021 segue concentrando as atenções. Ontem, o relator do texto, senador Marcio Bittar (MDB-AC), concordou cancelar R$ 10 bilhões em emendas de sua autoria assim que a Lei Orçamentária de 2021 for sancionada. De acordo com análise matinal da Genial Investimentos, o presidente Jair Bolsonaro tem até o dia 22 de abril para sancionar a lei orçamentária e vetar parte do orçamento.

O dólar tem firme alta contra o real nesta quinta-feira, subindo 0,91% e negociado a R$ 5,67 na venda às 10h14, horário de Brasília, após registrar forte queda no pregão de ontem, em véspera de feriado marcada pelo foco no cenário político e na rápida disseminação da Covid-19 no Brasil.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o país registrou ontem um novo recorde de mortes por Covid-19, com mais 3.869 óbitos registrados, elevando o total de vítimas fatais da doença para 321.515. Os novos casos passaram ontem dos 90 mil, com o total de infecções confirmadas no país avançando para 12.748.747.

O Ministério começa hoje a distribuição de mais 9,1 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 aos Estados, com a intenção de atender idosos de 65 a 79 anos, trabalhadores de saúde e parte de profissionais de segurança e pessoal das Forças Armadas que trabalham no combate à pandemia. De acordo com dados da pasta, 14,9 milhões de pessoas no país já receberam a primeira dose de vacina – cerca de 6,5% da população – e 4,2 milhões tiveram a segunda dose, o que representa 1,8% dos brasileiros.

Nos indicadores, a indústria brasileira registrou queda inesperada na atividade em fevereiro e interrompeu nove meses de resultados positivos. No período, a produção da indústria recuou 0,7% na comparação com o mês anterior, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O setor está agora 13,6% abaixo do patamar recorde alcançado em maio de 2011 e 2,8% acima do nível pré-pandemia, de fevereiro de 2020. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).