Ibovespa sobe após sanção do orçamento e balanço da Usiminas

O Ibovespa opera em alta na abertura do pregão desta sexta-feira (23), ganhando 0,21% aos 129.626 pontos, em linha com o desempenho dos ativos no exterior. O mercado repercute hoje a sanção da LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2021 realizada na noite de ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, assim como os impactos de uma possível elevação dos tributos nos Estados Unidos.

A Lei foi sancionada com um corte de R$ 19,8 bilhões em dotações orçamentárias e vetando a criação de cargos na Política Militar e no Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. A Presidência anunciou ainda a edição de um decreto para promover um bloqueio adicional de mais R$ 9 bilhões nos recursos do orçamento, medida necessária, segundo o governo, para garantir o cumprimento do teto de gastos. A lei foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira.

“Com o veto e o bloqueio administrativo, o orçamento de 2021 cumpre plenamente a regra do teto de gastos, consideradas as projeções técnicas feitas pelo Ministério da Economia”, disse a Secretaria-Geral da Presidência em nota.

As medidas põem fim à novela da tramitação do orçamento, aprovado pelo Congresso no final de março com parâmetros defasados e uma subestimativa de despesas obrigatórias que, segundo o Executivo, tornou a peça inexequível, alimentando preocupações de que o governo poderia ser acusado de crime de responsabilidade.

Foram cortados R$ 10,5 bilhões nas emendas do relator, R$ 1,4 bilhão em emendas de comissão do Congresso e R$ 7,9 bilhões em despesas discricionárias do Executivo. Os valores vetados serão remanejados para outras despesas por meio de um novo projeto de lei de crédito suplementar (PLN) a ser encaminhado ao Congresso.

Entre os destaques corporativos, a Usiminas deu início hoje à temporada de balanços do primeiro trimestre de 2021 no Brasil. A companhia reportou lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre, versus prejuízo de R$ 424 milhões no mesmo período do ano passado, beneficiada pela forte demanda de aço no país, que colaborou com o aumento nos preços.

A Usiminas registrou ainda uma disparada de 325% na geração de caixa operacional, medida pelo Ebitda ajustado, para o recorde trimestral consolidado de R$ 2,4 bilhões. A margem subiu para 34%, de 15% um ano antes.

Em Wall Street, os índices futuros operam em campo misto. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai propor na próxima semana uma elevação nos tributos sobre os mais ricos no país a fim de financiar grandes investimentos em assistência infantil, educação pré-escolar universal e licença remunerada aos trabalhadores, disseram ontem fontes familiarizadas com o plano.

A proposta deve compreender um aumento na alíquota do imposto de renda de 37% para 39,6%, e quase dobrar os impostos sobre ganhos de capital para 39,6% para pessoas que ganham mais de US$ 1 milhão.

Às 10h09, horário de Brasília, o Dow Jones futuro recuava 0,12% aos 33.663 pontos, enquanto o S&P 500 subia 0,07% aos 4.131 pontos.

No mesmo horário, o dólar operava em leve queda contra o real, perdendo 0,02% e negociado a R$ 5,45 na venda, recuando pela oitava sessão consecutiva a caminho para fechar a semana – marcada pela novela do orçamento, discurso do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Clima e exterior benigno – com perdas expressivas.

O Banco Central fará nesta sexta-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 15 mil contratos com vencimento em novembro de 2021 e abril de 2022. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no

Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App

Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).