Lucro da Amex supera estimativas com menor provisão

Para cobrir prejuízos com a pandemia de Covid-19, a empresa de cartão crédito American Express liberou mais de US$ 1 bilhão antes reservados para potenciais perdas com empréstimos.

Redação
Compartilhe esta publicação:

A American Express superou as estimativas de lucro trimestral hoje (23), ao liberar mais de US$ 1 bilhão em provisões que reservou para cobrir potenciais perdas com empréstimos para lidar com a pandemia de Covid-19.

Acessibilidade


A perspectiva para as empresas de cartão de crédito está melhorando à medida que estímulos do governo e o lançamento de vacinas alimentam uma recuperação econômica global, ajudando a indústria a se recuperar de uma queda causada pela pandemia nos gastos não essenciais do consumidor no ano passado.

LEIA MAIS: Cinco pagadoras de dividendos para acompanhar em 2021

“Vemos 2021 como um ano de transição, em que estamos focados em fazer investimentos para reconstruir o ímpeto de crescimento de nosso negócio principal”, disse o presidente-executivo da empresa, Stephen Squeri, em comunicado.

A AmEx divulgou um efeito positivo de US$ 675 milhões no primeiro trimestre, com a liberação de US$ 1,05 bilhão de suas reservas para perdas com empréstimos. Ela havia feito provisão de US$ 1,7 bilhão um ano antes.

O lucro líquido subiu de US$ 0,41 dólar por ação um ano antes para US$ 2,74 por ação. Os analistas esperavam US$ 1,61 dólar, de acordo com dados do IBES da Refinitiv.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A receita total da AmEx, excluindo despesas com juros, caiu 12%, para cerca de US$ 9 bilhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: