Lucro da Coca-Cola supera previsões no 1º trimestre com vacinação e demanda na Ásia

Lucy Nicholson/Reuters
Lucy Nicholson/Reuters

Companhia está mais confiante em mercados onde a disponibilidade de vacinas está aumentando e as economias estão se abrindo

A Coca-Cola Co. superou estimativas para o lucro e a receita trimestrais, em resultado apoiado pela forte demanda por seus refrigerantes com a vacinação contra a Covid-19, enquanto o alívio de restrições na Ásia encorajou consumidores a retornar para rotinas pré-pandemia.

A fabricante de bebidas disse que os volumes, um indicador-chave da demanda, voltaram aos níveis de março de 2019.

LEIA TAMBÉM: JBS volta às compras e adquire empresa de ‘plant-based’ na Europa por € 341 milhões

“Estamos encorajados pelas melhorias em nossos negócios, especialmente em mercados onde a disponibilidade de vacinas está aumentando e as economias estão se abrindo”, disse o presidente-executivo, James Quincey, em um comunicado.

A receita líquida subiu cerca de 5%, para US$ 9,02 bilhões – o primeiro aumento após quatro trimestres de quedas – acima da estimativa média dos analistas de US$ 8,63 bilhões, segundo dados do IBES da Refinitiv.

As vendas orgânicas cresceram 6%.

Excluindo itens únicos, a empresa registrou lucro de US$ 0,55 por ação, em comparação com estimativas de US$ 0,50.

A empresa e a Coca-Cola Beverages Africa (CCBA) também anunciaram planos de listar a CCBA como uma empresa de capital aberto. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).