Lucro do JPMorgan salta no 1º trimestre e fica acima do esperado

O JPMorgan Chase & Co, maior banco dos Estados Unidos, divulgou hoje (14) forte aumento no lucro do primeiro trimestre, beneficiado pela atividade expressiva em suas mesas de operações e resultado da divisão de banco de investimento.

O JPMorgan, amplamente visto como um barômetro da saúde da economia norte-americana em geral, também foi ajudado por comparações favoráveis com o ano passado, quando a pandemia de Covid-19 forçou o banco a fazer a provisões contra o risco de uma onda de inadimplência de empréstimos.

VEJA TAMBÉM: JPMorgan testa módulo de pagamentos por meio de blockchain

O lucro líquido subiu para US$ 14,3 bilhões, ou US$ 4,50 por ação, no trimestre encerrado em 31 de março, de US$ 2,9 bilhões, ou US$ 0,78 por ação, um ano antes. Analistas, em média, esperavam lucro de US$ 3,10 por ação, de acordo com a Refinitiv. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).