Pandemia muda relação com bancos e favorece compras via leitura facial

O reconhecimento facial em breve poderá permitir que você pague por todas as suas compras pelo celular

Bill Hardekopf
Compartilhe esta publicação:
d3sign/GettyImages
d3sign/GettyImages

O reconhecimento facial em breve poderá permitir que você pague por todas as suas compras pelo celular

Acessibilidade


O uso de reconhecimento facial para autenticação de pagamento deve transformar o mundo do e-commerce até 2025. Um relatório da Juniper Research afirma que a utilização da ferramenta deve aumentar 120%. Dos 671 milhões em 2020, os sistemas de pagamentos baseados em softwares de reconhecimento facial deverão ultrapassar 1,4 bilhão de usuários em todo o mundo até 2025. O aumento é em grande parte atribuído à acessibilidade, já que milhões de usuários móveis agora têm uma câmera frontal e software compatível, como o FaceID da Apple.

A FIS, uma fintech de tecnologia financeira, investigou como a pandemia afetou a maneira com que os consumidores usam o crédito e os bancos e descobriu algumas mudanças de comportamento. A ênfase no digital dá contexto às preferências bancárias no ano passado: 37% dos entrevistados iniciaram um novo relacionamento bancário com um grande banco nacional ou global nos últimos 12 meses e 18% abriram conta em bancos digitais. Os consumidores podem ter aberto contas bancárias, mas o uso do cartão de crédito caiu drasticamente. Inovações de pagamento, como “compre agora, pague depois”, podem preencher a lacuna de crédito para a geração mais jovem que foge dos cartões de crédito tradicionais.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A Mastercard está adquirindo a empresa de verificação de identidade Ekata por US$ 850 milhões

À medida que o gerenciamento de identidade online cresce em importância, a Mastercard decidiu mergulhar no mercado de tecnologia para adquirir a empresa de verificação de identidade Ekata por US$ 850 milhões. A Mastercard certamente vê a rápida transformação digital que está acontecendo no comércio online, um movimento que foi acelerado pela Covid. Com a Ekata, a empresa obtém uma solução que pode verificar em tempo real a identidade online de quem faz a transação. A empresa fornece uma pontuação e outros dados que prevêem a probabilidade dessa pessoa ser quem diz ser. É como uma pontuação de risco de crédito, só que para a identidade.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Capital One adiciona novas companhias aéreas e hotéis parceiros aos seus cartões de crédito e melhora as taxas de transferência

Os clientes de cartão de crédito Capital One têm motivos para se alegrar. A empresa anunciou a adição de quatro novos parceiros de transferência – British Airways, TAP Air Portugal, Turkish Airlines e Choice Hotels – ao seu programa de recompensas de cartão de crédito, juntamente com indicadores de transferência melhorados para vários parceiros existentes. O emissor também revelou planos para abrir seus primeiros dois lounges em aeroportos e lançar um novo site da Capital One Travel. Em 2018, a Capital One adicionou a capacidade de transferir milhas para mais de uma dúzia de companhias aéreas e hotéis parceiros, o que criou uma oportunidade de obter muito mais valor do programa de recompensas da Capital One.

Apple lançar nova maneira para as famílias compartilharem o Apple Card e acumularem crédito

A Apple apresentou o Apple Card Family, uma nova maneira das pessoas compartilharem seus Apple Cards, rastrear compras, gerenciar gastos e até mesmo acumular crédito em conjunto. O Apple Card Family estará disponível nos EUA em maio e permitirá que duas pessoas sejam coproprietárias de um cartão Apple e compartilhem suas linhas de crédito. É semelhante a adicionar um usuário autorizado ao seu cartão de crédito, com algumas distinções importantes. Os clientes do Apple Card podem adicionar até cinco pessoas com mais de 13 anos. Os pais podem definir limites e controles para os gastos de seus filhos.

Aplicativo do PayPal possibilita compras e vendas com criptomoedas

O aplicativo de pagamento móvel Venmo, do PayPal, anunciou recentemente que começou a permitir que seus usuários vendam, comprem e mantenham criptomoedas em sua plataforma, um passo significativo na adoção convencional de criptomoedas. Desde 20 de abril, o aplicativo passou a incorporar uma nova ferramenta à sua plataforma que permite aos usuários investir em diferentes moedas digitais por apenas US$ 1 com as transações registradas no feed do aplicativo. Uma pesquisa com clientes realizada pela equipe da Venmo revelou que, em 2020, 30% de seus clientes compraram moedas digitais ou ações.

A importância decrescente da fidelidade de cartão de crédito no mundo pós-pandemia

Com a maioria das empresas de viagens esperando uma enxurrada de demanda neste verão, especialistas em programas de fidelidade alertam que pode ser o momento certo para sacar pontos antes que as companhias aéreas e os hotéis os desvalorizem. Companhias aéreas como American Airlines, United Airlines e Delta usaram seus programas de fidelidade como garantia para refinanciar e arrecadar dinheiro durante a pandemia. Hilton pré-vendeu US$ 1 bilhão em pontos de fidelidade para a American Express em abril para gerar dinheiro durante o pior momento financeiro da pandemia. Mas um movimento como esse inunda o mercado com mais pontos e, eventualmente, as leis de oferta e demanda vão entrar em ação: mais pontos no mercado significa que eles vão valer menos. [Skift]

JPMorgan e o mau entendimento da Superliga europeia

JPMorgan Chase concordou em financiar uma competição separatista de alguns dos clubes de futebol mais ricos do mundo. Mas, após uma reação massiva dos fãs, dos órgãos dirigentes do esporte, do primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson, do presidente francês Emmanuel Macron e até mesmo da família real britânica, os esforços para formar a Superliga Europeia desmoronaram em questão de dias. O JPMorgan, que forneceu um empréstimo de US$ 4,2 bilhões para dar início ao projeto, está agora sendo retratado como um cúmplice voluntário dos proprietários de clubes bilionários que tentam encher seus próprios bolsos enquanto minam um dos valiosos bens culturais da Europa com suas raízes nas comunidades da classe trabalhadora. O banco tem enfrentado críticas e zombarias nas redes sociais por seu papel no negócio.

Citi agiliza desembolsos corporativos com Mastercard Send

Os clientes do banco comercial do Citi podem eliminar mais cheques enviando fundos diretamente para contas de clientes de cartão de débito ou pré-pago por meio de uma integração com o Mastercard Send. O Citi está na linha de frente na implementação para serviços de débito direto da Mastercard. O Banco está adicionando a função de débito direto da Mastercard ao seu serviço Citi Payment Exchange, que oferece suporte ao armazenamento seguro de um banco de dados de beneficiários com serviços de inscrição, tudo controlado por meio de uma plataforma administrativa.

Mastercard anuncia investimento e parceria em empresas lideradas por negros

A Mastercard anunciou um investimento multimilionário na Fearless Fund, uma venture capital fundada por mulheres negras com a missão de investir em mulheres empresárias. A gigante dos cartões de crédito também revelou uma parceria com a Greenwood, uma empresa fintech voltada para consumidores e proprietários negros e latinos, para emitir os primeiros cartões de débito da plataforma.

A Southwest lança plano de assinatura para compra de pontos

A Southwest acaba de lançar uma nova maneira de comprar pontos por meio de um plano de parcelamento. A ideia é que você se inscreva para comprar um determinado número de pontos a cada mês a um preço com desconto. Em seguida, você receberá um bônus de pontos concedido a cada três meses. Embora você possa cancelar a qualquer momento, quanto mais tempo você for assinante, mais pontos de bônus ganhará.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: