Bitcoin recua 5,19% e caminha para forte queda mensal

Busakorn Pongparnit/GettyImages
Busakorn Pongparnit/GettyImages

A criptomoeda atingiu o valor de US$ 36.503,64, e caminha para declínio de quase 37% em maio

O bitcoin recuou 5,19% hoje (28), a US$ 36.503,64, por volta das 09:45. Assim, a maior criptomoeda do mundo apresentou um declínio em maio de quase 37%, com a repressão crescente na China e as preocupações ambientais, se mantido, será seu pior desempenho mensal em vários anos. Na mínima, até o momento, chegou a US$ 35.145,52.

“O bitcoin está atualmente em um ‘modo de espera’, negociando na faixa de US$ 34.000 a US$ 40.000”, disse Ulrik Lykke, diretor-executivo do fundo de hedge de criptomoeda ARK36. “Muitos traders estão reconhecendo que o preço parece estar dentro de uma faixa no momento, por isso eles podem estar hesitantes em tomar uma posição com alta convicção.”

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A perda foi desencadeada pelos esforços da China para reprimir a mineração e o comércio de criptomoedas, e a ação da Tesla de suspender pagamentos com a moeda digital por causa de preocupações com o uso de energia.

Ainda assim, o bitcoin acumula elevação de cerca de 5% nesta semana. Os mercados de criptomoedas negociam 24 horas por dia, 7 dias por semana, com volatilidade comum nos fins de semana. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).