Crescimento baixo do emprego é sinal de gargalo na oferta de trabalhadores, segundo Barkin, do Fed

Tetra Images
Tetra Images

Presidente do Fed de Richmond não vê uma recuperação perdendo força

O decepcionante relatório de empregos dos Estados Unidos de abril mostrou um gargalo na entrada de trabalhadores no mercado de trabalho, e não uma recuperação perdendo força, segundo o presidente do Federal Reserve de Richmond, Thomas Barkin, hoje (7).

“Estou bastante esperançoso de que estamos prestes a concluir a recuperação”, disse Barkin, mas uma lista de razões, incluindo temores relacionados ao coronavírus, creches, aposentadorias e a disponibilidade de auxílio-desemprego, pode estar impedindo a contratação de trabalhadores por parte das empresas.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Não acho que o lado da demanda seja o nosso maior problema. É o lado da oferta”, concluiu Barkin. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).