Dogecoin dispara 40% e atinge máxima histórica

Só neste ano, ela disparou mais de 14.000%, e ultrapassou criptomoedas mais amplamente utilizadas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Dado Ruvic/Ilustracao
REUTERS/Dado Ruvic/Ilustracao

Só neste ano, ela disparou mais de 14.000%, e ultrapassou criptomoedas mais amplamente utilizadas,

Acessibilidade


A moeda virtual dogecoin, baseada em um meme, disparou hoje (5) para uma máxima histórica, estendendo sua alta de 2021 e se tornando a quarta maior moeda digital. Lançado como uma crítica satírica ao frenesi das criptomoedas de 2013, a moeda subiu 41% nas últimas 24 horas para um recorde de US$ 0,68, de acordo com o CoinMarketCap.

Só neste ano, ela disparou mais de 14.000%, de US$ 0,00468 em 31 de dezembro, ultrapassando criptomoedas mais amplamente utilizadas, como a stablecoin Tether e o XRP, tornando-se a quarta maior em valor de mercado.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O dogecoin – que tem como símbolo um cachorro da raça shiba inu – permanece pouco usada no comércio ou pagamentos. Como outras moedas digitais, é altamente volátil e seu preço é fortemente influenciado por usuários de mídia social.

Alguns participantes do mercado de criptomoedas disseram que sua volatilidade era sua principal atração, com uma mistura de investidores de varejo e formadores de mercado alimentando seus volumes de negociação. Dogecoins acumulam um valor de US$ 88 bilhões, em comparação com 1 trilhão do bitcoin e 391 bilhões do ethereum. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: