Importações de minério pela China caem em abril ante março

Damir Sagolj/Reuters
Damir Sagolj/Reuters

A China, o maior consumidor de minério de ferro no mundo, teve problemas de fornecimento da commodity por mau tempo em abril

As importações de minério de ferro pela China caíram 3,5% em abril em relação ao mês anterior, apontaram dados oficiais da alfândega hoje (7), uma vez que os embarques para o maior consumidor da commodity dos principais fornecedores foram interrompidos pelo mau tempo.

Os volumes de chegada da matéria-prima siderúrgica ficaram em 98,57 milhões de toneladas no mês passado, de acordo com a Administração Geral das Alfândegas.

LEIA MAIS: Minério de ferro segue para 5ª alta semanal na esteira do preço recorde do aço

Isso em comparação com as importações de 102,11 milhões de toneladas em março e 95,71 milhões de toneladas em abril de 2020.

“Os embarques da Austrália caíram recentemente devido a um ciclone no início de abril”, disse Tang Binghua, analista do fundador CIFCO Futures, falando antes dos dados serem divulgados.

A demanda por minério de ferro permaneceu robusta, no entanto, já que as usinas que não estavam sujeitas às restrições de produção impostas pelas autoridades para reduzir as emissões de carbono aumentaram a produção.

A produção de ferro-gusa nos primeiros 20 dias de abril aumentou em relação ao mesmo período de março, de acordo com a Associação de Ferro e Aço da China.

Nos primeiros quatro meses de 2021, a China trouxe 381,98 milhões de toneladas de minério de ferro, um aumento de 6,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, mostraram dados alfandegários.

Os dados também mostraram que as exportações de produtos de aço aumentaram 26% para 7,97 milhões de toneladas no mês passado em relação ao ano anterior, enquanto as importações chinesas de aço aumentaram 16%, para 1,17 milhão de toneladas.

LEIA MAIS: Expansão de serviços da China tem em abril ritmo mais forte em 4 meses, mostra PMI do Caixin

Pequim disse no final de abril que cancelaria as reduções de impostos para a maioria das exportações de aço e isentaria tarifas de importação temporárias para alguns produtos primários de aço, como ferro-gusa, aço bruto e sucata de aço, para garantir o abastecimento doméstico de metais ferrosos.

No período de janeiro a abril, o país despachou 25,65 milhões de toneladas de aço e comprou 4,89 milhões de toneladas de outros países, mostraram os dados alfandegários. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).