Jack Ma faz rara visita à sede do Alibaba em Hangzhou

Aly Song/Reuters
Aly Song/Reuters

Fundador do Alibaba, Jack Ma adotou um perfil mais discreto após criticar os reguladores financeiros da China

Jack Ma, fundador do Alibaba, fez uma rara visita à sede da empresa em Hangzhou hoje (10), durante o evento anual “Ali Day” para funcionários e familiares da gigante do comércio eletrônico, disseram fontes da empresa.

O bilionário tem sido extremamente discreto desde que fez um discurso em outubro em Xangai, criticando os reguladores financeiros da China, o que desencadeou uma série de eventos que levaram à suspensão do que seria um IPO recorde de US$ 37 bilhões da Ant Group, afiliada ao Alibaba.

LEIA TAMBÉM: Elon Musk revela ter síndrome de Asperger em “Saturday Night Live”

Hoje (10), Ma foi visto em um ônibus com vários executivos do Alibaba, de acordo com uma foto tirada por um funcionário no evento e vista pela Reuters. Vestindo uma camiseta azul, calça branca e um par de sapatos de pano no estilo chinês, Ma sorria.

“É tão animador ver Jack” disse o funcionário, pedindo para não ter o nome citado. “É uma pena que não houve chance de tirar uma foto com ele.”

Empresário mais famoso da China, Ma desfruta de um status de ídolo entre os funcionários, mesmo depois de deixar o cargo de presidente em 2019.

Ma, que mora em Hangzhou, desapareceu da mídia por três meses, e voltou em janeiro, falando com um grupo de professores por vídeo, o que elevou as ações do Alibaba. Mas, desde então, ele não havia feito mais nenhuma outra aparição pública. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).