Lucro da Caixa Econômica cresce 50,3% no 1º trimestre

A variação é percebida em relação ao mesmo período em 2020, com melhora na margem financeira e inadimplência.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Caixa Econômica Federal divulgou hoje (12) que teve lucro de R$ 4,6 bilhões no primeiro trimestre, alta de 50,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, com melhora na margem financeira e inadimplência.

A margem financeira cresceu 6,8%, para R$ 11 bilhões e reflete, principalmente, o aumento nas receitas com operações de crédito e reduções nas despesas de recursos de clientes e de emissões de títulos e valores mobiliários.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A carteira de crédito ampliada encerrou março com saldo de R$ 799,6 bilhões, crescimento de 14,3% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

No primeiro trimestre, foram concedidos R$ 93,2 bilhões em crédito para a população brasileira, crescimento de 1,3% ano a ano, com elevação de 38,7% em habitação e 86,8% em crédito ao agronegócio.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O índice de inadimplência acima de 90 dias ficou em 2,04%, redução de 1,10% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

De acordo com os dados divulgados pelo banco estatal, o retorno sobre o ROE (Retorno sobre Patrimônio Líquido) ficou em 16,33%, alta de 1,14% na comparação trimestral. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: