Minério de ferro despenca na China com alerta sobre irregularidades em polo de aço

Muyu Xu/Reuters
Muyu Xu/Reuters

O indicador do minério de ferro caiu cerca de 10% desde o pico histórico de US$ 232,5, registrado nesta semana na bolsa de Dalian

Os contratos futuros do minério de ferro ampliaram as perdas de forma acentuada hoje (14), com os preços do aço despencando após a importante cidade produtora, Tangshan, alertar as usinas para manterem a ordem do mercado.

O governo local disse que investigaria comportamentos ilegais e suspenderia os negócios em usinas que teriam manipulado os preços de mercado, espalhando rumores ou armazenando produtos para fazer negócios favoráveis, já que o crescimento dos preços do aço ultrapassou o aumento dos custos.

LEIA MAIS: Aço e minério de ferro têm novas máximas na China e analistas alertam sobre riscos

O vergalhão de aço mais negociado na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em outubro, fechou em queda de 6%, a 5.641 iuanes (US$ 876,61) por tonelada.

As bobinas laminadas a quente, usadas no setor de manufatura, caíram 6%, para 6.135 iuanes a tonelada, mas ainda registraram um ganho semanal de 2,3%.

Os futuros de minério de ferro de referência na bolsa de Dalian, para entrega em setembro, caíram 7,5%, para 1.173 iuanes por tonelada. O contrato caiu 4,4% nesta semana.

Os preços spot do minério com 62% de teor de ferro para entrega à China, compilados pela consultoria SteelHome, caíram mais US$ 12, para US$ 208,50 a tonelada hoje (14).

Esse indicador do minério caiu cerca de 10% desde o pico histórico de US$ 232,5 registrado nesta semana, mas ainda acumula ganhos de aproximadamente 30% no ano.

Os futuros de carvão metalúrgico de Dalian caíram 5% no dia de hoje (14), para 1.922 iuanes por tonelada. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).