Valor de mercado do dogecoin dispara após Musk cogitar criptomoeda para compra de veículos Tesla

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

O preço da criptomoeda subiu quase 14%, para cerca de US$ 0,53 após tuíte do executivo

A criptomoeda inspirada na raça de cães Shiba Inu recuperou seu lugar como a quarta maior em capitalização de mercado hoje (11), depois do CEO da Tesla, Elon Musk, perguntar a seguidores no Twitter se a empresa deveria aceitar o token como meio de pagamento por seus veículos, um movimento que poderia legitimar o ativo altamente volátil e restaurar parte do valor perdido depois de Musk pedir cautela ao investir na moeda digital na última semana.

No período de uma hora, o tweet do empresário recebeu mais de um milhão de respostas, com quase 80% das pessoas apoiando a ideia em uma enquete. O preço do dogecoin subiu quase 14%, para cerca de US$ 0,53 a unidade, mas ainda abaixo da alta histórica de US$ 0,73 do fim de semana, antes do aparecimento de Musk na TV.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A alta levou a capitalização de mercado do dogecoin para mais de US$ 68 bilhões, ultrapassando o XRP (Ripple) como a quarta criptomoeda mais valiosa do mercado.

A tão esperada aparição de Musk no programa norte-americano Saturday Night Live despertou o interesse no dogecoin e levou o preço da cripto a novas máximas, acima de US$ 0,70 a moeda. O bilionário é um dos famosos apoiadores desta e outras criptomoedas, embora tenha pedido às pessoas para investir com cautela, já que essa ainda é uma classe de ativos especulativa. Seu valor despencou 40% após a declaração de Musk. O token é volátil e altamente responsivo às ações do fundador da Tesla, com alguns dos maiores picos do dogecoin acontecendo após menções do token por Elon Musk no Twitter, frequentemente acompanhado de memes.

O empresário também já afetou os preços do Bitcoin, que atingiu um novo recorde em março depois de Musk anunciar que a criptomoeda poderia ser usada na compra de veículos da Tesla. Antes, a montadora de carros elétricos revelou ter investido US$ 1,5 bilhão no ativo digital, em sinal de confiança no uso convencional do bitcoin. Depois de anos de hesitação, grandes instituições estão adotando criptomoedas, mesmo que apenas para satisfazer a demanda dos clientes.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).