Com aumento da demanda, BofA espera que petróleo atinja US$ 100 o barril ano que vem

Anton Petrus/GettyImages
Anton Petrus/GettyImages

Segundo o relatório, o mercado de petróleo deve permanecer com déficit médio de 0,9 milhão de bpd nos próximos seis trimestres

O BofA (Bank of America) Global Research elevou suas estimativas para o preço do petróleo Brent neste ano e no próximo, afirmando que as relações mais apertadas de oferta e demanda em 2022 podem empurrar a commodity brevemente para US$ 100 o barril.

“Acreditamos que a recuperação robusta da demanda global por petróleo vai superar o crescimento da oferta nos próximos 18 meses, fazendo com que os estoques diminuam ainda mais e abrindo caminho para preços mais altos”, disse o banco em nota datada de domingo.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A instituição elevou sua projeção para o preço do petróleo Brent para US$ 68 por barril, contra US$ 63 estimados anteriormente. Em 2022, espera que o Brent tenha média de US$ 75 por barril, versus previsão anterior de US$ 60.

O banco destacou que a indústria de “shale” (petróleo não convencional) dos Estados Unidos provavelmente responderá aos preços mais altos com um aumento de produção, o que levaria o Brent a recuar para uma média de 65 dólares por barril em 2023.

O mercado de petróleo deve permanecer deficitário no futuro próximo, com déficit médio de 0,9 milhão de bpd (barris por dia) nos próximos seis trimestres, disse o relatório.

O BofA espera que o crescimento do consumo se recupere fortemente neste ano e no próximo – em 5,6 milhões e 3,6 milhões de bpd, respectivamente, o mais acelerado desde a década de 1970, pelo menos.

Embora a demanda tenda a se recuperar em um ritmo veloz nos próximos meses, o banco alertou que a ampla capacidade ociosa da Opep+ e um provável retorno dos barris do Irã ao mercado vão limitar as cotações do petróleo neste ano. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).