Divisão de computação em nuvem da Amazon compra Wickr, de mensagens criptografadas

A startup desenvolve tecnologia de mensagens que se autodestroem

Redação
Compartilhe esta publicação:
Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

A Amazon tem se esforçado para obter contratos de computação em nuvem de agências governamentais

Acessibilidade


A unidade de computação em nuvem da Amazon disse hoje (25) que comprou a plataforma de mensagens criptografadas Wickr para permitir uma comunicação segura, já que empregados têm trabalhado principalmente de casa.

Fundada por defensores de privacidade, a startup Wickr desenvolve tecnologia de mensagens que se autodestroem e tem clientes nos setores financeiro e de jogos de computador. O valor do negócio não foi divulgado.

LEIA TAMBÉM: Quanto Jeff Bezos já lucrou com a venda de ações da Amazon

“A necessidade desse tipo de comunicação segura está acelerando”, disse Stephen Schmidt, diretor de segurança da informação da Amazon Web Services.

A Amazon também tem se esforçado para obter contratos de computação em nuvem de agências governamentais e tem travado uma batalha prolongada com a Microsoft depois de perder um acordo multibilionário com o Pentágono.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Schmidt disse que a Wickr dará às empresas preocupadas com a segurança e às agências governamentais a capacidade de implementar controles de segurança, ajudando-as a cumprir seus requisitos de conformidade.

A AWS está oferecendo serviços da Wickr de imediato e os clientes, canais e parceiros de negócios do Wickr podem continuar a usar seus serviços, disse ele. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: