Goldman Sachs revisa previsão de crescimento para PIB do Brasil em 2021 a 5,5%, ante 4,6%

O banco considera um cenário sem escassez no fornecimento de energia e melhora na situação da Covid-19.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Consumidores fazem compras em rua comercial de São Paulo em meio a disseminação da Covid-19

Acessibilidade


O Goldman Sachs elevou acentuadamente hoje (1) sua previsão de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2021, para 5,5%, ante 4,6% anteriormente, uma das perspectivas mais altas para a maior economia da América Latina.

O banco disse que a projeção considera um cenário sem escassez no fornecimento de energia e com redução dos gargalos na cadeia de fornecimento, bem como uma melhora na situação da Covid-19.

LEIA TAMBÉM: PIB do 1º trimestre sinaliza crescimento “bastante forte” no ano, diz Guedes

Em comentário após a divulgação de dados do PIB do primeiro trimestre, o chefe de pesquisa econômica do Goldman Sachs para a América Latina, Alberto Ramos, disse: “Esperamos que a economia se recupere visivelmente nos próximos trimestres, em conjunto com o progresso da vacinação contra a Covid-19, uma reabertura gradual da economia, estímulo fiscal renovado (e) recuperação da confiança do consumidor e das empresas”. (Com Reuters)

 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: