Ibovespa tem queda e dólar fecha abaixo dos R$ 5 pela primeira vez em um ano

O Ibovespa fechou o pregão desta terça-feira (22) em queda de 0,38% a 128.767 pontos, após ata da última reunião do Copom mostrar que o Banco Central avaliou a possibilidade de acelerar a alta dos juros em sua última reunião.

O documento mostra que o Copom entendeu como mais adequado manter o ritmo de alta de 0,75 ponto-percentual, mas traz a indicação de um possível aumento maior na próxima reunião, em agosto.

Para os economistas do Bank of America, David Beker e Ana Madeira, o documento trouxe um tom mais ‘hawkish'”, sugerindo um ritmo de alta mais rápido e que a Selic poderia se mover acima do nível neutro. Os especialistas agora esperam duas altas de 1 ponto nas próximas duas reuniões, além de um aumento de 0,5 ponto em outubro e um acréscimo final de 0,25 ponto em dezembro, com a Selic atingindo 7,00% no final do ano, ante previsão anterior de 6,5%.

LEIA MAIS: Bitcoin recua abaixo de US$ 30 mil pela 1ª vez desde janeiro

O dólar fechou em forte queda contra o real e abaixo da marca psicológica de R$ 5,00 pela primeira vez em um ano, pressionado pela percepção de uma política monetária mais dura no Brasil e mais frouxa nos Estados Unidos, combinação que pode atrair liquidez para o mercado doméstico.

A divisa brasileira esteve entre os melhores desempenhos globais na sessão, que contou ainda com a fraqueza do dólar no exterior após as declarações do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, em audiência pública na Câmara dos Estados Unidos. No fechamento, o dólar recuou 1,12%, negociado a R$ 4,966 na venda.

Powell afirmou que o Fed não elevará os juros apenas com base em receio inflacionário. “Não vamos elevar os juros preventivamente porque tememos o possível início da inflação. Vamos aguardar por evidências de inflação real ou outros desequilíbrios”, disse ele.

Em Wall Street, o índice Nasdaq encerrou o dia em máxima recorde de 14.253 pontos (alta de 0,79%), impulsionado pelas ações de gigantes como a Microsoft, que atingiu valor de mercado de US$ 2 trilhões pela primeira vez hoje.

S&P 500 e Dow Jones acompanharam o movimento positivo e fecharam com alta de 0,51% e 0,2%, respectivamente, chegando a 4.246 e 33.945 pontos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).