MacKenzie Scott faz outra doação de US$ 2,7 bilhões nos Estados Unidos

Getty Images
Getty Images

Essa é a terceira grande rodada de doações da ativista e ex-esposa de Jeff Bezos, fundador da Amazon; em 2020 ela doou cerca de US$ 6 bilhões

MacKenzie Scott, a filantropa e ex-esposa do CEO e fundador da Amazon, Jeff Bezos, anunciou hoje (15) uma nova rodada de doações no valor de US$ 2,7 bilhões destinados a 286 organizações nos Estados Unidos. Na conversão atual, o valor equivale a aproximadamente R$ 13,71 bilhões. Ela detalhou a decisão e a lista de destinatários em uma postagem em seu blog no Medium.

“Sentando para escrever esta postagem, eu me senti presa”, disse MacKenzie. “Quero tirar a ênfase de vozes privilegiadas e ceder o foco a outras, mesmo sabendo que algumas notícias da mídia se concentrarão na riqueza.” (Devidamente anotado por nós aqui na Forbes.) Pela nossa estimativa, a fortuna de MacKenzie – após realizar a doação mais recente – era de US$ 57 bilhões às 11h30, horário de Brasília, o que a torna a 22ª pessoa mais rica do mundo e a 3ª entre as mulheres do ranking em tempo real da Forbes.

LEIA MAIS: As fintechs mais inovadoras de 2021

MacKenzie diz que gostaria de ter intitulado sua postagem de “286 equipes que empoderam vozes e que o mundo precisa ouvir”, já que ela e sua equipe estão “doando uma fortuna que foi possível em sistemas que precisam de mudança”. Com isso, MacKenzie entra no debate bilionário que há muito fervilhava em meio a relatórios explosivos recentes da ProPublica, revelando que os mais ricos do mundo – incluindo seu ex-marido Jeff Bezos – pagam muito pouco em impostos em relação à sua riqueza.

“Somos governados por uma crença humilde de que seria melhor se a riqueza desproporcional não fosse concentrada em um pequeno número de pessoas, e que as soluções são melhor projetadas e implementadas pelos outros”, escreve MacKenzie em sua postagem. Ela afirma que concentrou suas últimas doações no ensino superior, em grupos que unem divisões por meio do apoio inter-religioso, em artes e cultura, em organizações anti-pobreza lideradas por pessoas de cor e em grupos de base que apoiam comunidades locais.

Entre os 286 grupos que receberam doações, estão: o lendário Apollo Theatre no Harlem, o Alvin Ailey American Dance Theatre, o Children’s Defense Fund, o Decolonizing Wealth Project, Donors Choose, Homeboy Industries, Jazz no Lincoln Center, o National Council of Nonprofits, Rockefeller Philanthropy Associates e uma série de faculdades e universidades.

O montante marca a terceira grande rodada de doações de MacKenzie. Pela estimativa da Forbes, ela doou quase US$ 6 bilhões em 2020 para 500 organizações distintas. MacKenzie também é signatária do “Giving Pledge” (organização fundada por Bill Gates, Melinda Gates e Warren Buffett), em que se compromete a doar metade de sua fortuna para causas de caridade durante sua vida ou após sua morte.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).