Minério de ferro salta na China com expectativa de alívio em cortes de oferta de aço

O pólo siderúrgico de Tangshan planeja aliviar exigências de cortes de produção em usinas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Sergey Zavalnyuk/Getty Images
Sergey Zavalnyuk/Getty Images

Minério de ferro saltou mais de 7%, com o pólo siderúrgico de Tangshan planejando aliviar exigências de cortes de produção em usinas

Acessibilidade


Os futuros de referência do minério de ferro na China saltaram mais de 7% hoje (01), na terceira sessão consecutiva de rali, impulsionados por notícias de que o pólo siderúrgico de Tangshan planeja aliviar exigências de cortes de produção em usinas.

O governo de Tangshan realizou um debate ontem (31), avaliando reduzir os níveis de restrição à produção de algumas usinas que terminaram modernizações para reduzir emissões, segundo o estatal Securities Times, que citou notícias na mídia.

LEIA MAIS: Crescimento da indústria da China acelera em maio, mostra PMI do Caixin

Autoridades haviam exigido que produtores locais de aço cortassem produção em de 30% a 50% em março, para melhorar a qualidade do ar, o que gerou preocupações com a oferta, uma vez que a cidade responde por mais de 13% da produção de aço bruto chinesa.

Mas uma fonte da indústria disse à Reuters que o plano está em discussão e ainda não foi aprovado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ainda assim, os preços de matérias-primas do aço subiram por expectativas de melhor demanda. O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, saltou 7,3%, para 1.170 iuanes (US$ 183,53) por tonelada.

O minério de ferro spot com 62% de teor para entrega na China subiu US$ 8 ontem (31), para US$ 200,5 por tonelada, segundo a consultoria Mysteel.

No aço, o vergalhão para entrega em outubro subiu 2%, para 5.128 iuanes por tonelada.

Mas analistas do Citi Research alertaram em nota que o movimento de Tangshan pode colocar pressão sobre os preço do aço no curto prazo, uma vez que o mercado caminha para uma época de menor demanda.

“No entanto, ainda esperamos mais medidas relacionadas à produção em outras províncias no segundo semestre para reduzir as emissões de carbono”, afirmaram. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: