Moedas digitais de bancos centrais recebem apoio total do BIS

 REUTERS/Arnd Wiegmann
REUTERS/Arnd Wiegmann

O órgão estimou que pelo menos 56 bancos centrais e autoridades monetárias estão considerando moedas digitais

O BIS (Banco de Compensações Internacionais, na sigla em inglês) anunciou seu total apoio ao desenvolvimento de moedas digitais de bancos centrais, dizendo que elas são necessárias para modernizar as finanças e garantir que as gigantes da tecnologia não assumam o controle do dinheiro.

Apelidado de banco central dos bancos centrais mundiais, o BIS, que está coordenando muitas das discussões sobre moedas digitais, apresentou recomendações hoje (23) sobre como deve ser uma CBDC (moeda digital de banco central, na sigla em inglês).

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Como parte de seu próximo relatório anual, o órgão estimou que pelo menos 56 bancos centrais e autoridades monetárias, representando cerca de um quinto da população mundial, estão considerando moedas digitais à medida que o comércio online muda.

“O trem saiu da estação”, disse Benoit Coeure, do BIS, referindo-se à mudança em direção às moedas digitais de bancos centrais e seu suporte. “Não é que nos deixamos levar, estamos apenas olhando em volta.”

O apoio vem num momento em que o uso de dinheiro físico cai globalmente e as autoridades procuram se defender da ameaça aos seus poderes de impressão de dinheiro, representada pelo bitcoin e pelas criptomoedas apoiadas por gigantes da tecnologia, como o diem, antiga libra, do Facebook.

Sem CBDCs, o dinheiro digital se tornará cada vez mais dominado por grandes empresas de tecnologia, advertiu Coeure, pois elas alavancariam enormes bases de usuários de mídia social.

“Esse é um lugar onde você não quer estar, onde os governos não querem estar”, disse Coeure, descrevendo-o como uma perda de controle do dinheiro soberano. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).