Raízen compra negócio de lubrificantes da Shell no Brasil

A operação está sujeita à aprovação pelo Cade e ao cumprimento de outras condições suspensivas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Marcos Brindicci
REUTERS/Marcos Brindicci

A operação está sujeita à aprovação pelo Cade e ao cumprimento de outras condições suspensivas

Acessibilidade


O grupo de energia e infraestrutura Cosan informou que sua co-controlada Raízen adquiriu a totalidade do negócio de lubrificantes da Shell no Brasil, segundo fato relevante divulgado ao mercado hoje (7).

“A transação inclui a planta de mistura de lubrificantes localizada na Ilha do Governador e a base de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, assim como a cadeia de distribuição e seus respectivos contratos”, disse a empresa no comunicado.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A negociação da Raízen, joint venture entre Cosan e Shell que atua como agente exclusivo de venda de lubrificantes da Shell no país, veio após vencimento de um contrato de 10 anos entre as empresas. A Raízen também atua nos setores de produção de açúcar e etanol de primeira e segunda geração, a partir de 860 mil hectares cultivados, além da distribuição de combustíveis e da cogeração de energia de bagaço de cana-de-açúcar.

A operação está sujeita à aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e ao cumprimento de outras condições suspensivas, informou a Cosan, sem citar valores da transação. A mais recente receita publicada pela empresa foi de R$ 120,6 bilhões.(com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: