BCE mudará orientação de política monetária na próxima reunião, diz Lagarde

O objetivo do banco é garantir que a política monetária não será apertada de forma prematura e impulsionará suas expectativas sobre os futuros aumentos dos preços.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Presidente do BCE, Christine Lagarde

Acessibilidade


O Banco Central Europeu vai mudar sua orientação sobre os passos seguintes de política monetária em sua próxima reunião para refletir a nova estratégia e mostrar que fala sério sobre reanimar a notícia, disse a presidente do BCE, Christine Lagarde, em entrevista divulgada hoje (12).

Anunciada na semana passada, a nova estratégia do BCE permite que o banco tolere inflação mais alta do que sua meta de 2% quando as taxas estiveram muito baixas, como agora.

LEIA TAMBÉM: Bilionários brasileiros perdem US$ 7 bilhões em julho

O objetivo é garantir aos investidores que a política monetária não será apertada de forma prematura e impulsionará suas expectativas sobre os futuros aumentos dos preços, que cobrados da meta do BCE durante a maior parte da última década.

“Dada, a persistência que precisamos demonstrar para cumprir nosso compromisso, uma orientação futura será certamente revisitada”, disse Lagarde à “Bloomberg TV”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A atual orientação do BCE diz que o banco comprará títulos por quanto tempo for necessário e que vai manter os juros em seus níveis atuais em mínimas registros até que veja o cenário inflacionário “convergir de forma robusta” para sua meta.

Lagarde não deu detalhes sobre como essa mensagem pode mudar, afirmando simplesmente que o objetivo do BCE será manter o crédito fácil.

Ela acrescentou que este não é o momento certo para falar sobre reduzir o estímulo e que o Programa de Compras Emergenciais da Pandemia do BCE, no valor de 1,85 trilhão, pode “mudar para um novo formato” depois de março de 2022 , um dado mais cedo possível para o fim. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: