Estoque total de crédito no Brasil sobe 0,9% em junho

O valor total alcança marca de R$ 4,214 trilhões, equivalente a 52,6% do PIB, e alta de 16,% em 12 meses

Redação
Compartilhe esta publicação:
Edson Souza/GettyImages
Edson Souza/GettyImages

O valor total alcança marca de R$ 4,214 trilhões, equivalente a 52,6% do PIB, e alta de 16,% em 12 meses

Acessibilidade


O estoque total de crédito do sistema financeiro no Brasil teve alta de 0,9% em junho na comparação com o mês anterior, para R$ 4,214 trilhões, equivalente a 52,6% do PIB (Produto Interno Bruto), informou o Banco Central hoje (28). Em 12 meses, a alta foi de 16,3%.

Em junho, a inadimplência no segmento de recursos livres voltou a 2,9%, após ter subido a 3,0% no mês anterior. Já o spread bancário no mesmo segmento caiu a 21,4 pontos percentuais, ante 21,8 pontos em maio.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Para as PF (pessoas físicas), o saldo da carteira de crédito livre cresceu 1,6% em junho e 19,3% em 12 meses. A carteira de crédito direcionado para PF cresceu 1,4% no mês e 15,3% em 12 meses.

Já para as PJ (pessoas jurídicas), o saldo da carteira de crédito livre cresceu 1,0% em junho e 13,9% em 12 meses. A carteira de crédito direcionado para PJ teve queda de 1,4% no mês e alta de 16,3% na comparação interanual.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As concessões totais de crédito, dessazonalizadas, somaram R$ 425,4 bilhões em junho, com alta de 1,6% no mês. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: