Forbes Radar: CSN, TIM, Google, Rumo, Apple e outros destaques corporativos

No Forbes Radar de hoje (28), empresas domésticas dão andamento a divulgação dos balanços financeiros. O Carrefour fechou o 2º trimestre com lucro líquido de R$ 592 milhões, a CSN Mineração apresentou lucro líquido de R$ 2,5 bilhões e a WEG divulgou o lucro líquido de R$ 1,1 bilhão.

Ao mesmo tempo, a Oi informou que emitirá notes no mercado internacional no valor total de US$ 880 milhões e a CSN – que apresentou lucro líquido de R$ 5,5 bilhões – realizou o resgate antecipado facultativo total das 7.00% guaranteed perpetual notes, emitidas por sua controlada no exterior CSN Islands XII.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Tim (TIMS3)

Executivos da TIM procuraram ontem (27) transmitir confiança de que a aquisição de ativos da rival Oi será aprovada por autoridades sem grandes mudanças em relação à proposta apresentada junto com Telefônica Brasil e Claro.

Na última sexta-feira (23), a superintendência-geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) declarou como “complexa” a venda das operações de telefonia móvel da Oi para o trio, que venceu em dezembro passado o leilão para compra dos ativos por R$ 16,5 bilhões.

“Temos muita confiança que vai ser aprovada [a compra dos ativos móveis da Oi] até o final do ano”, disse o presidente-executivo da TIM, Pietro Labriola, em teleconferência sobre os resultados da operadora do segundo trimestre.

“Todo mundo ficou apavorado porque a operação foi definida como complexa, mas nunca falamos que era simples… A definição de complexa é definição de procedimento… Não é nada diferente do que estávamos aguardando”, acrescentou o executivo. Ele afirmou ainda que não espera que eventuais remédios a serem decididos pelo Cade possam ter alteração que impacte o negócio.

Por ser a terceira maior operadora de telefonia celular do país, a TIM receberá a maior parte dos ativos da Oi. Segundo o vice-presidente de relações regulatórias e institucionais da TIM, Mario Girasole, a estrutura da transação foi desenhada para que a atribuição das bases de ativos da Oi aos compradores seja definida de acordo com a menor das adquirentes em cada região.

ADM (A1DM34)

A ADM (Archer Daniels Midland) reportou ontem (27) um aumento de 52% em seu lucro no segundo trimestre, com a forte demanda por exportações agrícolas e as margens positivas para esmagamento de oleaginosas dando impulso aos principais negócios da companhia no setor de grãos dos Estados Unidos.

O lucro maior do que o esperado levou as ações a uma máxima em duas semanas e estendeu a recuperação da pandemia do Covid-19, que no ano passado prejudicou a demanda por etanol e produtos alimentícios da empresa. As ações subiram 1% para US$ 59 ao meio-dia.

ADM e as rivais Bunge, Cargill e Louis Dreyfus — conhecidas como o quarteto ABCD de gigantes do comércio de grãos — compram grãos dos agricultores para processar e exportar.

As exportações da ADM saltaram no trimestre encerrado em 30 de junho, devido às vendas de milho para a China, disse a empresa.

A unidade de serviços agrícolas e de oleaginosas da ADM, que inclui exportações, ainda aumentará o seu lucro ante o ano passado, afirmou o presidente-executivo Juan Luciano a analistas em teleconferência.

Microsoft (MSFT34)

A Microsoft superou as expectativas de Wall Street para receita trimestral, com um aumento da demanda por serviços baseados em computação em nuvem. A mudança, impulsionada pelas medidas de isolamento social, tem ajudado empresas como Microsoft, Amazon e Google.

A companhia disse que a receita em seu segmento de Nuvem Inteligente cresceu 30%, para US$ 17,4 bilhões, com um crescimento de 51% na divisão de computação em nuvem Azure. Os analistas esperavam crescimento de 43,1%, de acordo com dados de consenso do Visible Alpha.

A receita da divisão de computação pessoal, que inclui o sistema operacional Windows e o console de videogames Xbox, saltou 9%, para US$ 14,1 bilhões.

A receita da empresa cresceu 21%, para US$ 46,2 bilhões, no trimestre encerrado em 30 de junho, superando a estimativa de consenso dos analistas de US$ 44,24 bilhões, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

Google (GOGL34)

A Alphabet, dona do Google, superou estimativas dos analistas para receita trimestral de ontem (27), com impulso do aumento nos gastos com publicidade puxado por maior demanda de consumidores por compras online.

O mercado de anúncios digitais está crescendo, em parte devido às medidas de isolamento social. A Alphabet disse que a receita de publicidade do Google cresceu quase 70%, para US$ 50,44 bilhões, enquanto a do YouTube subiu 83,7%, a US$ 7 bilhões, no trimestre fechado em junho.

A receita do maior fornecedor de anúncios em serviços de busca e vídeo da internet cresceu 61,6%, para US$ 61,88 bilhões, bem acima das estimativas de Wall Street de US$ 56,16 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

Rumo (RAIL3)

A concessionária de ferrovias Rumo abriu a operação de seu terminal ferroviário em Rio Verde (GO), a maior unidade da Malha Oeste, com capacidade de operação de 11 milhões de toneladas grãos e farelo de soja por ano, para atender Goiás e o leste do Mato Grosso.

O terminal, ligado por um trecho de quase 200 quilômetros de trilhos até São Simão (GO), escoará produção da maior região do agronegócio do país até o Porto de Santos (SP), levando fertilizantes no retorno.

Segundo o vice-presidente comercial da Rumo, Pedro Palma, o modal permitirá ofertar aos produtores do Centro-Oeste uma solução de transporte de 15% a 20% mais barata do que a feita hoje por meio de caminhões e mesmo pela hidrovia Tietê-Paraná.

“O terminal também terá capacidade de carregar um trem de 120 vagões em menos de 8 horas”, disse ele à Reuters.

A empresa também terá também em Rio Verde um outro terminal para líquidos, descendo etanol para Paulínia (SP), com os trens voltando carregados com diesel e gasolina.

Há também em construção um terminal de fertilizantes, em parceria com a Andali, com previsão para começar a operar no primeiro semestre de 2022, com capacidade de 1,5 milhão de toneladas por ano. A Rumo também ainda vai ligar à concessão no ano que vem um terminal em Iturama (MG) para açúcar.

Os projetos são parte dos planos de expansão dos tramos central e sul da Ferrovia Norte-Sul, cuja concessão de 30 anos foi arrematada pela Rumo em março de 2019, trecho de 1.537 quilômetros ligando Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP), que a Rumo chama de Malha Central.

Segundo Palma, outros dois terminais devem ser erguidos até 2024, um no norte de Goiás e outro no sul de Tocantins.

Para ter a Norte-Sul toda conectada, a Rumo ainda fará um trecho ligando Rio Verde a Ouro Verde de Goiás, de cerca de 250 quilômetros, o que deve interligar a concessão também para o Norte do país, até o Porto de Itaqui (MA).

Petrobras (PETR4)

A Petrobras assinou contrato com a holandesa SBM Offshore para arrendamento e operação da plataforma do tipo FPSO Almirante Tamandaré, para o campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, informou a companhia fornecedora.

A unidade será a sexta definitiva a entrar em operação em Búzios e a maior produtora de petróleo do litoral brasileiro, com capacidade de processamento diário de 225 mil barris de óleo e 12 milhões de metros cúbicos de gás, segundo informações publicadas anteriormente pela petroleira estatal.

A entrega da plataforma está prevista para ocorrer no segundo semestre de 2024, segundo a SBM.

O contrato de arrendamento e operação, que ocorre após assinatura de carta de intenções em fevereiro deste ano, terá duração de pouco mais de 26 anos.

Assaí (ASAI3)

A rede de atacarejo Assaí teve alta de 62% no lucro líquido do segundo trimestre ante mesmo período de 2020, para R$ 305 milhões.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 793 milhões, crescimento de 33% na comparação anual.

A companhia, controlada pelo francês Casino, inaugurou no trimestre três lojas, ampliando a base total no país para 187 unidades. A empresa afirmou que tem mais 25 novas lojas em fase de obras em 14 Estados, mantendo o plano de expansão deste ano, que envolve 25 a 28 aberturas. Nos últimos 12 meses, 19 lojas da bandeira foram abertas pelo país.

A receita líquida disparou 22%, para cerca de R$ 10 bilhões, com a margem bruta subindo 0,9 ponto percentual, a 17,1%.

O desempenho foi obtido com um crescimento das vendas mesmas lojas 9,2% no período, apesar de restrições provocadas por medidas de isolamento social ao longo do trimestre.

Ao mesmo tempo, a Sendas realizou sua 3º emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante total de R$ 1,5 bilhão. As Debêntures serão objeto de colocação privada, sem intermediação de instituições integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários.

“Os recursos a serem captados serão destinados ao reembolso de gastos e em investimentos futuros em expansão e manutenção de imóveis de propriedade da companhia”, informou a empresa via fato relevante.

O conselho de administração da companhia também aprovou a realização da 2ª emissão de notas promissórias comerciais, no montante total de R$ 2,5 bilhões.

Apple (AAPL34)

A Apple divulgou suas vendas e lucro trimestrais acima das expectativas dos analistas, impulsionados por versões 5G do iPhones e serviços de assinatura da empresa.

Impulsionada pelas vendas do iPhone acima do previsto, a receita atingiu US$ 81,43 bilhões, alta de 36,4% e acima das expectativas dos analistas, de US$ 73,3 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv. O lucro foi d US$e 1,30 por ação, também acima das estimativas de US$ 1,01 por ação.

O maior crescimento das vendas da Apple veio da China, onde o presidente-executivo, Tim Cook, disse à Reuters que os clientes estão comprando acessórios como o Apple Watch. As vendas na China cresceram 58%, para US$ 14,76 bilhões no trimestre fiscal encerrado em 26 de junho. A Apple também parece até agora ter conseguido evitar os efeitos da escassez global de chips.

Os resultados aliviaram temores de que a Apple estivesse muito dependente das vendas do iPhone, e investidores levaram o valor de mercado da companhia para quase US$ 2,5 trilhões, mais do que dobrando em cerca de três anos. A Apple lançou o iPhone 12, que pode se conectar a redes 5G, graças aos chips da Qualcomm. O lançamento ocorreu mais tarde que o costume no ano passado.

Como isso acabou empurrando para frente algumas vendas do aparelho, executivos tinham alertaram investidores para esperarem uma queda mais acentuada nas vendas do iPhone do que o normal no terceiro trimestre, à medida que os consumidores começam a esperar por novos aparelhos da companhia no fim do ano.

Mas a demanda por serviços 5G parece estar levando a um ciclo de compra de iPhones acima do previsto por analistas. A Apple disse que as vendas do iPhone foram de US$ 39,57 bilhões, quase 50% a mais que no ano anterior e acima das expectativas dos analistas de US$ 34 bilhões.

O outro grande impulsionador dos resultados da Apple foi a divisão de serviços, que inclui assinaturas de TV e música, bem como a App Store. A receita de serviços atingiu o recorde de US$ 17,49 bilhões, um terço acima do ano anterior e acima das expectativas dos analistas, de US$ 16,33 bilhões.

As vendas de iPads e Macs foram de US$ 7,37 bilhões e US$ 8,24 bilhões, ante expectativas dos analistas de US$ 7,15 bilhões e US$ 8,07 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

Telefônica Brasil (VIVT3)

A Telefônica Brasil reportou lucro líquido de R$ 1,3 bilhão para o segundo trimestre, 21% maior do que no ano anterior devido ao crescimento mais rápido da receita em suas unidades principais, disse a empresa.

A Telefônica, subsidiária da espanhola Telefónica, disse que seus negócios de fibra óptica cresceram de forma particularmente rápida no trimestre.

Brisanet (BRIT3)

A oferta inicial de ações da provedora de serviços de internet Brisanet, com sede no Ceará, saiu a R$ 13,92 por papel, segundo informações publicadas na CVM.

O preço saiu no piso da faixa estimada pelos coordenadores, que ia até R$ 17,26 cada. Ao todo, a transação totalizou R$ 1,435 bilhão.

No preço definido, com a venda de R$ 89,8 milhões na tranche primária, a empresa levantou R$ 1,25 bilhão, recursos que usará para expandir sua rede própria e aportar capital na Agility.

A Brisanet, que se apresenta como a maior do país entre os provedores independentes de internet de fibra óptica, opera em 96 cidades no Nordeste, além de sua controlada Agility Telecom, que atende 251 municípios na região.

Criada há 22 anos, a Brisanet afirma ter mais de 14,4 mil quilômetros de infraestrutura de backbone, atendendo Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

As ações da companhia devem começar a ser negociadas na B3 amanhã (29).

Carrefour Brasil (CRFB3)

O grupo Carrefour Brasil teve queda de 16,8% no lucro líquido do segundo trimestre ante mesmo período de 2020, a R$ 592 milhões.

A companhia, também dona da bandeira de atacarejo Atacadão, teve um resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização ajustado de R$ 1,37 bilhão no período, recuo ano a ano de 3,6%.

As vendas mesmas lojas consolidadas do grupo subiram 3,4%, excluindo combustíveis e efeito calendários. O efeito foi produzido por crescimento de 10,2% nas vendas mesmas lojas do Atacadão e retração de 11,4% na bandeira Carrefour.

O resultado do Carrefour Brasil foi divulgado pouco depois que o rival Assaí anunciou alta de 33% no Ebitda e crescimento de vendas mesmas lojas de 9,2%. Não ficou claro de imediato se os números são comparáveis.

Segundo o Carrefour Brasil, o desempenho das vendas mesmas lojas no período foi “satisfatório no ambiente atual”.

No período, o grupo abriu 19 lojas Atacadão, das quais 17 foram conversões de lojas que foram adquiridas do Makro. A rede total de lojas do grupo no país atingiu 753 unidades em junho. Em maio, a empresa já havia alertado que a aceleração de abertura de lojas do Atacadão na primeira metade do ano pesaria sobre os resultados.

A companhia encerrou o trimestre com receita líquida de R$ 17,7 bilhões, crescimento anual de 11%. A margem bruta recuou 1,1 ponto percentual, para 20,4%.

Santander (SANB11)

O Santander Brasil praticamente dobrou seu lucro trimestral em relação ao ano anterior, com menores provisões para perdas com crédito e maiores receitas de tarifas.

O lucro líquido recorrente do segundo trimestre ficou em R$ 4,1 bilhões, acima da estimativa dos analistas compilada pela Refinitiv, de R$ 3,9 bilhões.

O salto no lucro veio em meio à estratégia do presidente-executivo, Sergio Rial, de conquistar novos clientes numa competição mais acirrada com fintechs. O Santander anunciou na terça-feira que Rial se tornará presidente do conselho do banco em janeiro e Mario Leão, atual vice-presidente do banco de atacado, o novo presidente-executivo.

O Santander reservou R$ 3,3 bilhões em provisões para créditos de liquidação duvidosa, uma queda de 0,3% em relação ao ano anterior. Esse montante não leva em consideração uma provisão extraordinária de R$ 3,2 bilhões que o banco reservou um ano antes para potenciais empréstimos inadimplentes decorrentes da pandemia.O índice de inadimplência em 90 dias do banco subiu 0,1 ponto percentual no trimestre, para 2,2%.

A carteira de crédito cresceu 3,5% em relação a março, impulsionada principalmente por consumidores e pequenas empresas. Mesmo assim, a margem financeira permaneceu estável em relação ao primeiro trimestre, devido aos ganhos com tesouraria mais baixos.

O retorno sobre o patrimônio líquido do Santander Brasil foi de 21,6%, um ponto percentual acima do trimestre anterior.

O banco decidiu publicar seus resultados excluindo os ganhos da unidade de adquirência de cartões GetNet, que está prestes a ser cindida e listada.

MMX Metálicos (MMXM3)

Os advogafos que estão trabalhando no processo de Eike Batista solicitou judicialmente que fosse bloqueado os bens do CEO da MMX Metálicos e de outras dez pessoas com o valor de R$ 623 milhões, com o objetivo de garantir o pagamento dos credores da companhia.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram: https://t.me/forbesmoney

CSN Mineração (CMIN3)

A CSN Mineração apresentou lucro líquido de R$ 2,5 bilhões, 205% acima dos R$ 820 milhões arrecadados no mesmo período de 2020 e alta de 6% dos R$ 2,3 bilhões conquistado nos três primeiros meses deste ano.

Por sua vez, o Ebitda Ajustado atingiu R$ 4,9 milhões, com margem de 67,5% ou 0,5p.p. acima da registrada no 1T21.

CM Hospitalar

A CM Hospitalar informou que tentará mais uma vez abrir capital via oferta restrita. A companhia havia cancelado suas operações em maio. A operação consiste também em colocar ativos no exterior.

JP Morgan, Itaú, BTG Pactual, UBS, Bank of America Merrill Lynch, Safra e o Bradesco são os bancos que estão coordenando a oferta.

Weg (WEGE3)

O conselho de administração da WEG aprovou pagar R$ 663 milhões em JCP (juros sobre capital próprio), correspondente a R$ 0,1581 por ação. O pagamento ocorrerá em 11 de agosto.

Ao mesmo tempo a WEG divulgou o lucro líquido de R$ 1,1 bilhão, 120,6% acima dos R$ 514 milhões do mesmo período do ano passado e alta de 48,5% se comparado com o trimestre anterior.

Já o Ebitda foi de R$ 1,3 bilhão, crescimento 90,2% versus os R$ 732 milhões de abril a junho de 2020.

WDC Netwokrs (LVTC3)

A WDC informou que o Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia Multisetorial Plus Investimento no Exterior comprou 6,4 milhões de ações, correspondentes a 10% dos ativos do capital social da companhia. Segundo o documento, as aquisições não tem objetivo de alterar o controle acionário.

Vamos (VAMO3)

O grupo Vamos apresentou Lucro líquido recorde de R$100 milhões no 2º trimestre, 2,5 vezes maior que o mesmo período de 2020 e 36,6% acima do 1º trimestre de 2021.

A receita liquida foi de R$665,6 milhões, 2 vezes maior se comparado com o mesmo trimestre do ano passado e o Ebitda ficou em R$ 253,8 milhões, crescimento de 66,2%.

Oi (OIBR4)

A Oi informou que emitirá notes no mercado internacional no valor total de US$ 880 milhões, terão vencimento em 30 de julho de 2026 e farão jus a juros remuneratórios semestrais de 8.750% ao ano. Os recursos líquidos obtidos com a emissão serão utilizados para o pagamento das debêntures da 1ª emissão da Oi Móvel.

Cemig (CMIG4)

A Cemig comprou a Cobra Brasil Serviços, Comunicações e Energia por R$ 41 mil. A operação está sujeita aos mecanismos de ajustes de preço estabelecidos no contrato de compra e venda.

Light (LIGT3)

A Light informou que foi realizado o leilão de 310 mil ações formadas a partir da aglutinação das frações de ativos resultantes do grupamento com simultâneo desdobramento da companhia. O leilão resultou o montante de R$ 4,7 milhões, equivalente a R$15,19 por papel.

BR Properties (BRPR3)

A Br Properties comprou três edificios comerciais destinados a ocupação de varejo da BMX realizações imobiliárias. A aquisição contempla uma área bruta local de 2.286 m², e será realizada pelo preço total de R$ 28 milhões.

Copel (CPLE6)

A Copel informou que o mercado de distribuição de fio, composto pelo mercado cativo, pelo suprimento a concessionárias e permissionárias dentro do Estado do Paraná e pela totalidade dos consumidores livres existentes na sua área de concessão apresentou crescimento de 12,2% no consumo de energia no 2º trimestre de 2021.

Camil (CMIG4)

A Camil Alimentos informo que a sua controlada Camilatam Ecuador fechou acordo avaliado em US$ 36,5 milhões para adquirir os ativos, direitos, marcas e contratos relacionados aos negócios de produção e processamento de arroz da Agroindustrias Dajahu.

O anúncio de aquisição de ativos incluiu a totalidade das ações de emissão da companhia Transportes Ronaljavhu no Equador.

As unidades envolvidas no acordo operam no Equador entre as líderes em marca de arroz, com “market share significativo e elevado potencial de crescimento”, destacou a Camil em fato relevante.

CSN (CSNA3)

A CSN que realizou o resgate antecipado facultativo total das 7.00% guaranteed perpetual notes, emitidas por sua controlada no exterior CSN Islands XII, em circulação no mercado internacional, no montante de principal de US$ 1 bilhão.

Ao mesmo tempo, a CSN registrou lucro líquido de R$ 5,51 bilhões no segundo trimestre, de R$ 446 milhões um ano antes, com forte crescimento nos volumes de vendas e aumento de preços, assegurando um resultado operacional recorde.

A receita líquida totalizou R$ 15,39 bilhões, um salto de 147% frente ao segundo trimestre do ano passado, com o volume de vendas de aço crescendo 28% e o de minério de ferro avançando 18%.

O Ebitda ajustado mais do que triplicou, atingindo recorde no trimestre de R$ 8,17 bilhões, ajudado por melhores preços e eficiência nos custos.

O custo dos produtos vendidos cresceu apenas 15%, para R$ 7,11 bilhões.
(Com Reuters)

Calendário de divulgação dos próximos resultados:

  • Dexco (DXCO3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)
  • GPA (PCAR3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Movida (MOVI3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Multiplan (MULT3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Odontoprev (ODPV3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Vale (VALE3) – 28 de julho (após o fechamento de mercado)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).