Apresentado por       

Forbes Radar: Ser Educacional, Gol, Grendene e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Vale, Magazine Luiza, Grupo Soma, Hering, Petrobras e Ambipar.

Artur Nicoceli
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (6), a Ambipar anunciou compra da colombiana Sabi Tech, empresa de atendimento a emergências ambientais no modal rodoviário, e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o Banco Central aprovaram a aquisição da Hub Fintech pela Magazine Luiza por R$ 290 milhões.

Por outro lado, a Ser Educacional celebrou um distrato com a Ânima sobre a venda dos ativos da Laureate. A operação era avaliada em R$ 180 milhões.

E, por fim, vale destacar também que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), incluiu a votação da privatização dos Correios na pauta da casa para a próxima semana.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Vale (VALE3)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A mineradora Vale informou ontem (5) que iniciará a realização de atividades com equipamentos não tripulados para a remoção de rejeitos das barragens B3/B4, da Mina de Mar Azul, em Nova Lima (MG), e Sul Superior, da Mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG).

Os equipamentos não tripulados serão operados a partir de uma central de controle fora das estruturas para garantir maior segurança na operação, visto que as barragens estão atualmente em nível 3 do PAEBM (Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração), o patamar que apresenta maiores riscos.

Segundo a Vale, as ações aprovadas por órgãos técnicos representam o avanço do Programa de Descaracterização da empresa e o comprometimento com medidas voltadas à segurança das estruturas e das pessoas.

Desde 2019, após o desastre de Brumadinho (MG), cinco estruturas da Vale foram completamente descaracterizadas e reintegradas ao meio ambiente, segundo a companhia. A primeira foi a 8B, na mina de Águas Claras, em Nova Lima, ainda em 2019, seguida por três estruturas no Pará.

A descaracterização do Dique Rio do Peixe, em Itabira, também está concluída, e a próxima a ser completamente descaracterizada será a barragem Fernandinho, também em Nova Lima (MG). A descaracterização das barragens a montante é uma obrigação legal de todas as mineradoras.

Grendene (GRND3)

A Grendene comunicou hoje (5) um acordo com a gestora 3G Radar para a criação de uma joint venture no exterior para distribuir e comercializar produtos da dona das marcas Melissa e Ipanema.

Segundo o memorando de entendimentos (MOU) não vinculante assinado no domingo, a joint venture será controlada e gerida pela 3G Radar, que deterá 50,1% da nova companhia. A Grendene deterá os 49,9% restantes.

Ambas as empresas se comprometem a investir inicialmente US$ 100 milhões, na proporção de suas respectivas participações, nos 24 meses subsequentes à constituição da joint venture, conforme fato relevante da Grendene.

“A companhia e a 3G Radar deverão envidar os melhores esforços para negociar e assinar um Acordo de Acionistas da JV e um Acordo Master de Distribuição e Franquia, a ser celebrado entre a JV e a Grendene em até 90 dias contados da data de assinatura do MOU”, acrescentou.

Gol (GOLL4)

A Gol informou ontem (5) dados que mostram continuidade na recuperação do setor aéreo, com alta de dois dígitos na demanda em junho em relação ao mês anterior.

A demanda por voos da companhia aérea subiu 20,8% em junho ante maio, enquanto na comparação anual houve um salto de 281,6%, segundo os dados divulgados em comunicado ao mercado.

Já a oferta da Gol, que seguiu sem realizar voos internacionais, cresceu em um ritmo mais forte que a demanda, de 26,7%, na relação mensal. Ante junho do ano passado, a oferta avançou 260,4%.

Segundo a companhia aérea, a taxa de ocupação das aeronaves fechou junho em 83,9% ante 88% em maio. Um ano antes, a ocupação foi de 79,2%. A empresa transportou 1,21 milhão de pessoas em junho, 1,06 milhão em maio e 320 mil em junho de 2020.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

BTG Pactual (BPAC11)

A varejista online Privalia anunciou ao mercado nesta ontem (5) acordo operacional estratégico como banco BTG Pactual, que será investidor âncora em uma eventual oferta pública inicial de ações da companhia.

A Privalia havia pedido registro para o IPO junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em meados de fevereiro.

Segundo o acordo, o BTG Pactual se comprometeu a subscrever e integralizar ações equivalentes à até 5% do capital da Privalia no IPO que listará os papéis da companhia no Novo Mercado da B3.

O acordo prevê opção para o BTG comprar mais 5% das ações da Privalia entre 18 e 36 meses do IPO.

A Privalia afirmou que a eventual oferta de ações está sendo avaliada pela “companhia e por seus acionistas, sendo que, até a presente data, não há aprovação formal” para a operação e tampouco sobre os termos do IPO.

Magazine Luiza (MLGU3)

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o Banco Central aprovaram a aquisição da Hub Fintech pela Magazine Luiza. O anúncio foi feito em 21 de dezembro e a compra foi por R$ 290 milhões.

Grupo Soma (SOMA3) e Hering (HGTX3)

O Grupo Soma divulgou ontem (5) como se dará a incorporação da Hering. Em um primeiro momento, as ações da varejista fast feshion serão incorporadas pela Cidade Maravilhosa. Na sequência, haverá o resgate dos ativos da Cidade Maravilhosa para os acionistas da Hering de R$ 9,6309.

Ao mesmo tempo, as ações da Cidade Maravilhosa serão incorporadas em nova companhia formada pelo Grupo Soma. Por fim, as ações da nova companhia serão incorporadas pelo Soma (uma ação da nova companhia por 1,6251 ação da Soma).

Além disso, os acionistas da Hering autorizaram a capitalização pela empresa de suas reservas de lucros retidos, reservas de capital, bem como o cancelamento das ações não reservadas detidas em tesouraria.

Petrobras (PETR4)

Após dois meses em que o general Joaquim Silva e Luna assumiu o cargo como presidente da Petrobras, ontem (5), a companhia anunciou pela primeira vez que vai fazer um reajuste nos combustíveis. A petroleira vai aumentar em R$ 0,16 o litro da gasolina e em R$ 0,10 o diesel.

A atualização representa um aumento de 6,3% para a gasolina, que passa a ser vendida, em média, a R$ 2,69 o litro nas refinarias; e de 3,7% para o diesel, cujo preço sobe para R$ 2,81 o litro.

A Petrobras também informou que iniciará na primeira quinzena de julho a primeira aquisição sísmica com a tecnologia Ocean Bottom Nodes e novos levantamentos multifísica (magnetométricos e gravimétricos) do projeto 3D Nodes do Parque das Baleias, na Bacia de Campos.

O contrato firmado com a empresa ShearWater Geoservices do Brasil contempla a aquisição sísmica com área de OBN de 810 km², totalizando investimentos de cerca de US$ 50 milhões. Os objetivos são melhorar o imageamento 3D e obter o futuro monitoramento 4D dos campos do Parque das Baleias.

A Petrobras é operadora única dos campos que compõem o Parque das Baleias, onde estão localizados os campos de Jubarte, Cachalote, Pirambu, Baleia Anã, Caxaréu e Mangangá.

Por fim, a companhia anunciou que assinou ontem (5) com a empresa Petro+ um contrato para a cessão da totalidade de sua participação em um conjunto de sete concessões terrestres e de águas rasas denominada Polo Alagoas, localizadas no estado de Alagoas.

O valor da venda total é de US$ 300 milhões, sendo: US$ 60 milhões pagos ontem; e US$ 240 milhões a serem pagos no fechamento da transação. Os valores não consideram os ajustes devidos até o fechamento da transação, que está sujeito ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como a aprovação pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

BR Distribuidora (BRDT3)

Segundo a Folha de S. Paulo, com a saída da Petrobras, a BR Distribuidora irá atacar o mercado de energético. Segundo o jornal, a companhia está preparando um plano estratégico para avançar no setor de energia, fornecendo soluções como eletricidade e gás natural.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar adquiriu a SABI Tech, mais uma empresa de atendimento emergencial na Colômbia. Com a aquisição, a companhia passa a ter 14 bases estrategicamente localizadas nas principais rotas e em pontos com histórico de acidentes no país.

A SABI atua há 17 anos na prestação de serviços com foco no atendimento a emergências ambientais no modal rodoviário. Possui também sistema de gerenciamento de risco e rastreamento total dos caminhões com alta tecnologia embarcada, na qual também é líder de mercado, com 55% do Market Share. Conta, ainda, com 61 pontos de checagem dos caminhões ou motoristas, estrategicamente localizados nas principais rodovias colombianas. A empresa adquirida faturou US$4,3 milhões em 2020.

O valor da operação não foi informado

Ser educacional (SEER3) e Ânima (ANIM3)

A Ser Educacional informou que foi celebrado um distrato com a Ânima Holding. Foi recindido o contato de compra em 100% do capital social da Aspec (Sociedade Paraibana de Educação e Cultura), mantenedora do Unifg (Centro Universitário dos Gurarapes) e do CEDEPE Business School, ativos da Laureate pertencentes à Ânima.

Cosan (CSAN3)

De acordo com o Brazil Journal, a Cosan está com uma nova emissão de debêntures de R$ 2 bilhões. Um dos usos do recurso será para a recompra de US$ 121 milhoes em bonds com vencimento em 2023 que a companhia ainda tem no mercado internacional. A oferta será restrita.

Enauta (ENAT3)

A Enauta comunicou que o Campo de Atlanta está produzindo atualmente através de um poço. Dois poços tiveram sua produção interrompida nos últimos dias. Ontem (5), a companhia diagnosticou uma falha no sistema de bombeio de ambos. O retorno da produção do primeiro deles está previsto para a segunda quinzena de julho, quando o campo deverá voltar a contar com dois poços em produção.

O segundo poço tem retorno previsto para agosto de 2021, quando o campo deverá contar com seus três poços em operação.

“Os prazos informados para retomada da produção dos poços consideram as restrições de embarque impostas pela COVID-19”, iformou a empresa acordo com a empresa. “Por ora, não é esperada uma mudança material no intervalo de produção divulgado.” anteriormente pela Companhia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: