Fortuna de bilionários da Weg cresce R$ 1,7 bilhão após balanço

Divulgação
Divulgação

A Forbes estima 13 bilionários cujas fortunas derivam dos negócios na companhia

Os resultados do segundo trimestre de 2021 da Weg – com lucro líquido de R$ 1,13 bilhão no período – animaram os investidores na B3 na sessão de hoje (28). As ações da companhia saltaram 8,17%, fechando o dia negociadas a R$ 37,20, impulsionando também a fortuna dos seus fundadores: o patrimônio da família responsável pela empresa saltou R$ 1,7 bilhão em 24 horas, para R$ 22,5 bilhões, segundo estimativas da Forbes.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A família é responsável por 14,44% da empresa catarinense, que atua na fabricação de motores elétricos, transformadores, geradores e tintas. Os três fundadores – Werner Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus – agora são representados por seus herdeiros, sendo que a principal acionista é Miriam Voigt Schwartz, filha de Werner, com patrimônio estimado pela Forbes em 2020 próximo de R$ 11 bilhões.

Apenas 35,38% das ações da Weg estão em circulação, enquanto a empresa ainda detém 50,09%. No total, a Forbes estima 13 bilionários cujo patrimônio é derivado dos negócios da companhia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).