IPCA-15 sobe 0,72% em julho, diz IBGE

Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Vendedora de alimentos em mercado de rua no Rio de Janeiro

A prévia da inflação oficial brasileira desacelerou em julho, mas ainda assim teve a maior alta para o mês desde 2004, com a energia elétrica e a gasolina mantendo a pressão sobre os preços.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu em julho 0,72%, após alta de 0,83% no mês anterior, de acordo com dados divulgados hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

LEIA TAMBÉM: Vendas da Braskem no Brasil recuam do 1º para o 2º trimestre

Em 12 meses, o avanço do índice chegou a 8,59%, contra alta acumulada de 8,13% em junho e bem acima do teto da meta do governo para este ano – 3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Os resultados ficaram acima da expectativa da “Reuters”, de altas de 0,64% no mês e de 8,50% em 12 meses. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).