Lucro da Localiza sobe quase 5 vezes no 2º trimestre

Divulgação/ForbesA Localiza teve lucro quase cinco vezes maior no segundo trimestre, beneficiada pela combinação de forte expansão do aluguel de carros, além de menores despesas financeiras e com depreciação.

A maior empresa de locação de veículos, gestão de frotas e comércio de seminovos no país anunciou ontem (29) que seu lucro líquido foi de R$ 447,9 milhões no período, um salto de 398,2% ante mesma etapa de 2020. O desempenho veio acima da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 409,2 milhões.

LEIA TAMBÉM: Samsung tem salto de 54% no lucro operacional do 2º trimestre

Por um lado, a receita líquida da companhia cresceu 71,7% ano a ano, para R$ 2,7 bilhões, impulsionada por um salto de 94% na divisão de aluguel de carros. O movimento também teve contribuição da entrada em operação de 13 novas lojas.

Os números ilustram a forte recuperação do setor de locação de veículos, à medida que a economia brasileira volta gradualmente à atividade ante os efeitos da pandemia da Covid-19.

“Sentimos a retomada gradual dos volumes e acreditamos na aceleração do processo de vacinação como um potencial catalisador da demanda por aluguel de carros nos próximos trimestres”, afirmou a Localiza do relatório de resultados.

No período, a empresa também se beneficiou da queda de R$ 120 milhões nas despesas com depreciação e de R$ 81,4 milhões a menos em despesas financeiras líquidas.

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) de abril a junho somou R$ 769,7 milhões, 77% maior ano a ano, mas menor do que a previsão média de analistas, de R$ 796,6 milhões. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).