Magazine Luiza precifica follow-on a R$ 22,75 por ação e levanta quase R$ 4 bilhões

Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Frederico Trajano, CEO da Magazine Luiza

O Magazine Luiza precificou ontem (22) oferta primária de ações a R$ 22,75 cada, representando aumento efetivo de capital de R$ 3,981 bilhões, segundo fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O preço representa um desconto de 2,15% em relação à cotação de fechamento dos papéis na véspera, de R$ 23,25.

LEIA TAMBÉM: Vendas da Braskem no Brasil recuam do 1º para o 2º trimestre

No âmbito da oferta, com esforços restritos e sob coordenação de Itaú BBA, BTG Pactual, Bank of America, JPMorgan, Bradesco BBI, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander Brasil, UBS BB e XP Investimentos, foram emitidas 175 milhões de ações.

A quantidade de ações inicialmente ofertada foi acrescida em 16,67%, ou 25 milhões de ações.

Os recursos serão destinados para expansão da logística, incluindo automação e novos centros de distribuição e cross dockings, bem como investimentos em tecnologia, inovação, pesquisa e desenvolvimento e aquisições estratégicas.

Mais cedo no mês, o Magazine Luiza anunciou a aquisição bilionária da plataforma de e-commerce de produtos de tecnologia e games KaBuM!. (Com Reuters)

/center>
Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).