Microsoft supera previsões de analistas com maior demanda por computação em nuvem

A receita da empresa cresceu 21%, para US$ 46,2 bilhões, no trimestre encerrado em 30 de junho

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Microsoft superou as expectativas de Wall Street para receita trimestral, com um aumento da demanda por serviços baseados em computação em nuvem. A mudança, impulsionada pelas medidas de isolamento social, tem ajudado empresas como Microsoft, Amazon e Google.

A companhia disse que a receita em seu segmento de Nuvem Inteligente cresceu 30%, para US$ 17,4 bilhões, com um crescimento de 51% na divisão de computação em nuvem Azure. Os analistas esperavam crescimento de 43,1%, de acordo com dados de consenso do Visible Alpha.

LEIA TAMBÉM: Microsoft vai lançar versão do Windows baseada em nuvem

A receita da divisão de computação pessoal, que inclui o sistema operacional Windows e o console de videogames Xbox, saltou 9%, para US$ 14,1 bilhões.

A receita da empresa cresceu 21%, para US$ 46,2 bilhões, no trimestre encerrado em 30 de junho, superando a estimativa de consenso dos analistas de US$ 44,24 bilhões, de acordo com dados IBES da Refinitiv. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: