Santander Brasil quase dobra lucro no 2º trimestre

O Santander Brasil praticamente dobrou seu lucro trimestral em relação ao ano anterior, com menores provisões para perdas com crédito e maiores receitas de tarifas.

O lucro líquido recorrente do segundo trimestre ficou em R$ 4,171 bilhões, acima da estimativa dos analistas compilada pela Refinitiv, de R$ 3,979 bilhões.

LEIA TAMBÉM: Fintech de custódia para criptomoedas, Fireblocks é avaliada em US$ 2 bilhões após nova captação

O salto no lucro veio em meio à estratégia do presidente-executivo, Sergio Rial, de conquistar novos clientes numa competição mais acirrada com fintechs. O Santander anunciou ontem (28) que Rial se tornará presidente do conselho do banco em janeiro e Mario Leão, atual vice-presidente do banco de atacado, o novo presidente-executivo.

O Santander reservou R$ 3,325 bilhões em provisões para créditos de liquidação duvidosa, uma queda de 0,3% em relação ao ano anterior. Esse montante não leva em consideração uma provisão extraordinária de R$ 3,2 bilhões que o banco reservou um ano antes para potenciais empréstimos inadimplentes decorrentes da pandemia. O índice de inadimplência em 90 dias do banco subiu 0,1 ponto percentual no trimestre, para 2,2%.

A carteira de crédito cresceu 3,5% em relação a março, impulsionada principalmente por consumidores e pequenas empresas. Mesmo assim, a margem financeira permaneceu estável em relação ao primeiro trimestre, devido aos ganhos com tesouraria mais baixos.

O retorno sobre o patrimônio líquido do Santander Brasil foi de 21,6%, um ponto percentual acima do trimestre anterior.

O banco decidiu publicar seus resultados excluindo os ganhos da unidade de adquirência de cartões GetNet, que está prestes a ser cindida e listada. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).