Vendas no varejo da zona do euro se recuperam mais que o esperado em maio

Melhora do cenário comercial europeu ocorreu devido ao aumento de compras de produtos não alimentícios e combustíveis

Redação
Compartilhe esta publicação:
Susana Vera/Reuters
Susana Vera/Reuters

Homem faz compras em mercado de Madri, Espanha

Acessibilidade


As vendas no varejo da zona do euro subiram mais do que o esperado em maio sobre o mês anterior depois de queda em abril, devido principalmente às compras de produtos não alimentícios e combustíveis, mostraram dados divulgados hoje (6).

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que as vendas varejistas nos 19 países que usam o euro aumentaram 4,6% na comparação mensal em maio, e subiram 9,0% em relação ao mesmo período do ano anterior.

LEIA TAMBÉM: Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais 3 meses

Economistas consultados pela “Reuters” esperavam respectivamente avanços de 4,4% e 8,2%.

Em abril, as vendas haviam caído 3,9% na base mensal, embora tenham saltado 23,3% sobre o ano anterior, informou a Eurostat.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Conforme a economia do bloco se recupera com a suspensão de restrições ao coronavírus, a Eurostat explicou que as vendas de produtos não alimentícios, excluindo combustível para carros, aumentaram 8,8% no mês depois de caíram 6,1% em abril, e saltaram 14,8% na base anual.

As vendas de combustível automotivo subiram 8,1% no mês e 28,4% no ano. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: