Banco Inter decola mais de 7% na B3 após anúncio de crédito para clientes

Ibovespa opera em baixa de 0,83% aos 119.817 pontos, acompanhando o movimento de cautela nos mercados globais

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:
GettyImages
GettyImages

Cyrela e Ibovespa operam em queda, após dois dias seguidos de ganhos

Acessibilidade


A ação do Banco Inter (BIDI11) opera em forte alta na sessão de hoje (26), descolando 6,59%, a R$ 68,42; às 13h, horário de Brasília, após a companhia anunciar a liberação de créditos para um milhão de clientes, segundo informações da casa de análises Suno Research.

Também entre os destaques positivos do pregão está Lojas Americanas (LAME4), valorizando 3,10%, a R$ 5,99, com investidores aproveitando oportunidades de entrada no papel após as recentes quedas, segundo análise de Bruno Madruga, sócio e head de renda variável da Monte Bravo Investimentos. Nos últimos 30 dias, os papéis das Lojas Americanas declinaram cerca de 20%.

Entre as quedas do dia estão as ações da Cyrela (CYRE3), com baixa de 4,86%, a R$ 20,17. Segundo Luis Sales, estrategista-chefe da Guide Investimentos, o recuo na sessão é “apenas uma correção, pois os papéis fecharam na última terça-feira em alta de 12,33%, e ontem valorizaram 3,87%.”

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os papéis da Eztec (EZTC3) também operam em queda, perdendo 4,40%, a R$ 26,97, seguidos por desvalorização da Eneva (ENEV3), com perda de 3,54%, a R$ 15,54.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Ibovespa também opera em baixa nesta quinta-feira, recuando 0,83%, aos 119.817 pontos, após dois pregões seguidos em alta. O índice brasileiro acompanha o ambiente mais cauteloso no exterior, onde os holofotes estão voltados para o simpósio do Federal Reserve em Jackson Hole. Para amanhã (27), está prevista no evento uma apresentação do presidente do Banco Central norte-americano, Jerome Powell.

Analistas esperam que Powell ofereça no último pregão da semana novas pistas sobre quando o Fed pode começar a reduzir suas compras de ativos, embora não exista a expectativa de surpresas ou anúncios capazes de agitar muito os mercados.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: