Bill Gates condiciona doação de US$ 1,5 bilhão para mudanças climáticas à aprovação de pacote infraestrutura nos EUA

Texto proposto pela Casa Branca prevê US$ 25 bilhões para validação de tecnologias com foco em clima.

Jonathan Ponciano
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Bilionário Bill Gates avalia que aprovação do texto é fundamental para competitividade global dos Estados Unidos em energia limpa

Acessibilidade


O bilionário e cofundador da Microsoft, Bill Gates, prometeu destinar US$ 1,5 bilhão para ajudar a combater as mudanças climáticas em parceria com o governo norte-americano, mas sugeriu que os fundos podem ir para outros países caso o Congresso dos Estados Unidos não aprove o projeto de infraestrutura de US$ 1,2 trilhão, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados do país.

Em declarações ao “Wall Street Journal”, Gates disse que sua empresa de investimento sem fins lucrativos com foco no clima, a Breakthrough Energy Catalyst, poderia financiar projetos que visam reduzir as emissões de gases de efeito estufa em um período de três anos.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Segundo Gates, a provisão de US$ 25 bilhões prevista no texto do projeto de lei para iniciativas de demonstração com foco em clima – projetos de pequena escala usados ​​para validar tecnologias – são essenciais para desenvolver novas tecnologias, testar a viabilidade de um projeto e, eventualmente, reduzir o preço de mercado da energia limpa.

Gates disse que ficaria “super decepcionado” se o projeto de lei não fosse aprovado e alertou que iniciativas semelhantes poderiam ganhar força na Europa e na Ásia, o que significa que os EUA podem ficar para trás na corrida pela “liderança” no setor.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além dos US$ 25 bilhões para iniciativas de validação de tecnologias, o acordo de infraestrutura autoriza cerca de US$ 73 bilhões para expansão da rede de transmissão de energia renovável, e US$ 21 bilhões para ajudar a limpar antigas instalações industriais e de energia.

“O vital para todas essas tecnologias climáticas é reduzir os custos e ser capaz de expandi-las a um nível gigantesco”, disse Gates. “Você nunca vai conseguir essa escala a menos que o governo apareça com as políticas certas, e a política certa é exatamente o que está no projeto de infraestrutura”, avalia o bilionário.

Embora o projeto de infraestrutura tenha sido aprovado no Senado dos Estados Unidos nesta semana com amplo apoio bipartidário, a presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, disse que não votará o projeto a menos que o Senado também avance com o pacote orçamentário de US$ 3,5 trilhões. Os senadores fizeram progressos nessa frente antes do recesso parlamentar iniciado nesta semana, mas o texto encontra resistência em ambos os partidos em função do valor.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: