Distribuição de reservas de US$ 650 bilhões do FMI é aprovada em medida "sem precedentes"

Mike Theiler/Reuters
Mike Theiler/Reuters

Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva

O Fundo Monetário Internacional disse ontem (2) que seu conselho de diretores aprovou a alocação de US$ 650 bilhões em SDRs (Direitos Especiais de Saque, em português) e disse que sua maior distribuição de reservas monetárias até o momento entrará em vigor em 23 de agosto.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os países membros do FMI receberão SDRs – a unidade monetária do Fundo, lastreada em dólares, euros, ienes, libras e iuanes – na proporção de suas cotas de participação no FMI. A aprovação de ontem por todos os 190 países membros do FMI era há muito esperada.

“A alocação de SDRs beneficiará todos os membros, atenderá à necessidade global de longo prazo por reservas, criará confiança e estimulará a resiliência e estabilidade da economia global”, disse a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, em um comunicado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).