Apresentado por       

Forbes Radar: JBS, Rede D’Or, Eletrobras, Alliar e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Microsoft, BR Distribuidora, Ambipar, BRF

Artur Nicoceli
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (20), a BR Distribuidora passará a se chamar Vibra Energia, mas manterá a atual identidade visual e o símbolo BR em sua rede de postos de combustíveis.

No mercado de IPOs, a provedora de serviços de internet Vero pediu registro para uma oferta inicial de ações, e a Ambipar Environment, unidade de gestão de resíduos da empresa de resposta a emergências Ambipar também realizou o mesmo pedido à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Microsoft (MSFT34)

A Microsoft afirmou ontem (19) que aumentará em até 20% os preços de um pacote de softwares chamado de Microsoft 365 que inclui aplicativos populares como Teams e Outlook.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O aumento entrará em vigor dentro dos próximos seis meses, disse a Microsoft em um blog em que anunciou a mudança.

O Microsoft 365 teve vendas de US$ 53,9 bilhões no último ano fiscal, cerca de um terço do total de US$ 168 bilhões em vendas da Microsoft. O aumento afetará os clientes comerciais e é o primeiro desde que a Microsoft lançou o serviço uma década atrás. Jared Spataro, vice-presidente corporativo para o Microsoft 365, afirmou que a empresa acrescentou duas dezenas de aplicativos ao pacote desde que ele foi lançado.

“Esta atualização de preço reflete o aumento de valor que entregamos aos nossos consumidores ao longo dos últimos 10 anos”, disse Spataro, no post.

Na extremidade inferior, os planos comerciais básicos terão um aumento de 20%, de US$ 5 por usuário para US$ 6, e no outro lado, as versões superiores do pacote terão um aumento menor, de 12,5%, de US$ 32 por usuário para US$ 36. A Microsoft afirmou que não mudará os preços para as versões para o consumidor e educacionais do software.

JBS (JBSS3)

A Pilgrim’s Pride, controlada da JBS nos Estados Unidos, afirmou que precificou uma oferta de US$ 900 milhões em notas sênior sem garantia com vencimento em 2032.

De acordo com comunicado, os títulos serão emitidos a 100% do valor principal agregado e terão rendimento de 3,5%. Devido à demanda, o montante da emissão foi elevado do plano inicial de US$ 750 milhões. A venda das notas deve ser concluída em 2 de setembro.

O movimento ocorre após a JBS ter anunciado que pretende fechar o capital da Pilgrim’s Pride. A empresa brasileira, que já detém 80,21% das ações de emissão da PPC, aprovou na semana passada o envio de carta-proposta à empresa norte-americana para aquisição da totalidade das ações em circulação por US$ 26,50 cada.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

BR Distribuidora (BRDT3)

A BR Distribuidora passará a se chamar Vibra Energia, mas manterá a atual identidade visual e o símbolo BR em sua rede de 8,3 mil postos de combustíveis em todo o Brasil, além de manter outras marcas de produtos e serviços, conforme comunicado enviado pela empresa ao mercado nesta quinta-feira.

O movimento ocorre após a Petrobras ter vendido sua fatia remanescente na maior distribuidora de combustíveis do país, no fim de junho.

A companhia passa atualmente por um processo de transformação organizacional e cultural e “caminha para a transição energética”, entrando em novos mercados, como a comercialização de energia elétrica.

A manutenção do símbolo BR nos postos, segundo a distribuidora, ocorre pois a Vibra é licenciada da marca Petrobras.

Outras marcas já conhecidas pelo mercado também serão mantidas.

Em lubrificantes, a Vibra é líder de mercado com a linha Lubrax, que tem mais de 600 itens para aplicações automotivas, industriais, marítimas e ferroviárias.

Na conveniência, a empresa atua com a marca BR Mania nos postos, onde há ainda os centros de lubrificação automotiva chamados Lubrax+.

Ambipar (AMPB3)

A Ambipar Environment, unidade de gestão de resíduos da empresa de resposta a emergências Ambipar fará uma oferta inicial de ações, em busca de recursos para investir em crescimento orgânico e aquisições no Brasil e no exterior.

Além do negócio principal de reaproveitar materiais descartados, a empresa, cujo nome formal é Environmental ESG Participações, opera projetos de conservação, reflorestamento e manejo agropecuário, que geram créditos de carbono, outra forma pela qual cria receitas.

No prospecto preliminar da oferta, publicado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a Ambipar Environment afirma que no fim de junho tinha cerca de 6,7 mil empregados e com presença também no Chile, Peru e Paraguai. No primeiro semestre, reportou receita líquida pro forma não auditada de R$ 590,3 milhões e Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 139,8 milhões.

O anúncio ocorre em meio à crescente demanda de empresas por serviços de melhor gestão ambiental, uma vez que investidores têm exigido delas maiores compromissos com ações para diminuir a emissão de gás carbônico responsável pelo aquecimento global.

Esse movimento tem como ícone a agenda ESG, sigla em inglês que, além da questão ambiental, também preconiza boas práticas sociais e de governança.

Alliar (AALR3)

Fundos de investimento ligados ao empresário Nelson Tanure compraram cerca de 26% da empresa de diagnósticos médicos Alliar, disse ele nesta quinta-feira, complicando uma proposta de compra pela rede de hospitais Rede D’Or.

Após o fechamento do mercado, Tanure informou em comunicado que se tornou o maior acionista individual da Alliar, comprando uma fatia adicional de 21,14% de fundos administrados pelo Patria. Na véspera, um fundo vinculado a Tanure informou que havia montado participação de 5,13% na Alliar.

Tanure diz que não tem planos de mudar a gestão da Alliar.

“Acreditamos que o diagnóstico médico é um setor promissor no Brasil”, disse Tanure, acrescentando que sua filha era médica com investimentos em outras empresas de saúde.

A decisão de Tanure vem após a Rede D’Or revelar uma oferta pública de aquisição da Alliar por R$ 1,36 bilhão, pagando R$ 11,50 por ação.

BRF (BRFS3)

O Conselho de Administração da BRF, uma das maiores companhias de alimentos do Brasil, aprovou uma Política de Compra Sustentável de Grãos, conforme ata de reunião do colegiado.

A aprovação atende o plano Visão 2030 da BRF e o compromisso de rastreabilidade assumido pela empresa em dezembro de 2020, segundo a ata, que não trouxe mais detalhes.

Conforme documento sobre os compromissos de sustentabilidade da BRF, a companhia se propôs a garantir a rastreabilidade de 100% dos grãos adquiridos na Amazônia e Cerrado até 2025.

A política de grãos da BRF, grande compradora de soja e milho, foi aprovada por unanimidade e sem quaisquer ressalvas, seguindo recomendação favorável do Comitê de Pessoas, Governança, Organização e Cultura e do Comitê de Qualidade e Sustentabilidade da empresa.

Vero

A provedora de serviços de internet Vero pediu registro para uma oferta inicial de ações, ilustrando a movimentação de empresas do setor para buscar recursos no mercado para ganhar musculatura antes do leilão do 5G.

Criada em 2019 com a união de oito empresas do interior de Minas Gerais, a empresa se expandiu para Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e afirma ter atualmente cerca de 500 mil clientes, com 18,2 mil quilômetros de cabos de fibra óptica.

Investida pela da Vinci Partners, a Vero teve no primeiro semestre receita líquida de R$ 190,6 milhões, alta de 148,9% sobre um ano antes e Ebitda ajustado de R$ 90,5 milhões, avanço de 148,7%, com margem de Ebitda estável em 47,5%.

Embora não tenha citado especificamente o que pretende fazer com a venda de ações novas, a companhia revela que seu plano é crescer de forma orgânica, mas também via aquisições.

O anúncio chega no momento em que o país se aproxima do leilão da tecnologia de 5G, com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, tendo previsto a concorrência para outubro.

Lojas Renner (LREN3)

A varejista Lojas Renner informou que sofreu um ataque cibernético em seu ambiente de tecnologia ontem (19), que provocou indisponibilidade em parte de seus sistemas.

Em comunicado, a companhia afirmou ter atuado para mitigar os efeitos do ataque e que a maior parte das operações já foram restabelecidas, com os principais bancos de dados preservados.

Além disso, a Lojas Renner afirmou que suas lojas físicas não tiveram as atividades interrompidas.

Copasa (CSMG3)

A Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) informou que fará a 16ª emissão pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas séries, no montante de R$750 milhões.

Segundo a companhia, “os recursos da serão destinados aos projetos enquadrados como prioritários para fins de emissão de debêntures incentivadas de infraestrutura e à complementação do programa de investimentos da Copasa”.

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras informou que a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) emitiu a nota técnica sobre o processo de fiscalização e reprocessamento mensal dos benefícios da CCC (Conta de Consumo de Combustíveis) pagos à Boa Vista Energia, diante dos créditos que foram cedidos à Eletrobras, no âmbito do processo de privatização da distribuidora.

Dessa forma, a Boa Vista foi reembolsada em grande parte pela CCC, no montante de R$ 30,9 milhões.

Bradespar (BRAP4)

A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro julgos os embargos que envolviam a Bradespar e manteve a decisão de que a companhia deve pagar ar uma indenização de R$ 1,41 bilhão à Litel.

A Litel e Bradespar pagaram R$ 2,82 bilhões, em 2018, para encerrar uma disputa com a Elétron, veículo de investimento da Opportunity na Vale. Contudo, os fundos os fundos tentam receber o que pagaram de volta, pois alegam que o acordo fechado entre Bradespar e Elétron foi feito sem o conhecimento da Litel.

Mercado Livre (MELI34)

O Mercado Livre se justificou ontem (19) ao Procon-SP e à Polícia Civil de São Paulo do porquê sua plataforma liberar que vendedores comercializem produtos ilícitos.

Ao mesmo tempo, o Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, irá ofertar crédito para clientes que não tinha relacionamento prévio. O que antes eram autorizado apenas para os que já possuiam uma linha pré-aprovada.

Rede D’Or (RDOR3)

A Rede D’Or informou que sua afiliada Hospital Esperança comprou os 20% restantes do capital social do Hospital Aliança, por R$ 350 milhões. O total pago por toda a empresa ao longo do ano foi de R$ 1,1 bilhão.

A previsão de receita para o Hospital Aliança no ano de 2022 é de R$ 700 milhões, com Ebitda projetado de R$ 200 milhões.

Assim, o resultado, ainda preliminar, do 2º período de fiscalização da Boa Vista, negativo em R$ 29,7 milhões, se soma ao resultado definitivo do 1º período de fiscalização da distribuidora, de R$ 81,2 milhões, a ser recebido pela Eletrobras, detentora dos créditos.

A companhia também informou que foi aprovado a terceira emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas séries, da espécie quirografária, da controlada Eletrosul (Companhia de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Sul do Brasil), no montante total de R$ 400 milhões, sendo R$ 185 milh~es na primeira fase e R$ 215 milhões na segunda fase.

O montante captado será destinado para a alavancagem de projetos de investimento em reforços de transmissão; e para o reforço de caixa.

Por fim, a Eletrobras também informou que atualizou o valor que será pago em dividendos devido à atualização da Taxa Selic. As ações de classe ON ficaram em R$ 0,9631; de classe PN foi para R$ 1,05945 e classe PNB em R$ 1,05945.

Amazon (AMZO34)

A Amazon irá lançar lojas físicas em Ohio e na Califórnia, ambos nos Estados Unidos. Os estabelecimentos devem comercializar desde roupas até eletrônicos.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: